0

Zidane admite desconhecer Grêmio: "não acompanho de perto"

14 dez 2017
08h06
atualizado às 08h48
  • separator
  • comentários

Não foi nada fácil a classificação do Real Madrid para enfrentar o Grêmio na final do Mundial de Clubes. Apesar do "massacre" nas finalizações, os merengues tiveram de buscar a virada diante do Al Jazira e venceram por 2 a 1 com gols de Cristiano Ronaldo e Gareth Bale. Após o duelo, Zinédine Zidane teve de se explicar sobre as dificuldades da sua equipe, comentou sobre a final contra o time brasileiro e defendeu Benzema, que teve mais uma atuação irregular.

Foto: Reuters

No próximo sábado, às 15h (de Brasília), no Estádio Zayed Sports City, em Abu Dhabi (EAU), Real Madrid e Grêmio decidem o título de melhor time do mundo. Depois de derrotar o Pachuca, também com dificuldades, o clube tricolor terá de passar pelo atual vencedor da Liga dos Campeões. Em sua entrevista, Zidane admitiu saber pouco sobre o rival, mas deixou claro que o visto foi suficiente para saber que precisa jogar mais que na semifinal.

"Assistimos ao triunfo do Grêmio contra o Pachuca e um outro jogo que haviam feito anteriormente. Se classificaram para a final de forma merecida.Isso é o que conheço, porque não acompanho tão de perto o Campeonato Brasileiro. Sei que é um time muito qualificado e que teremos de elevar nosso nível de atuação, porque promete ser um duelo ainda mais difícil, ainda mais com uma equipe brasileira. Temos que nos preparar bem para enfrentá-los", disse Zidane.

Outro tema que o treinador francês teve de abordar é a situação de Karim Benzema. Titular diante do Al Jazira, o camisa nove conseguiu dois arremates que explodiram na trave, mas saiu sob algumas vaias e parece cada vez menos nas graças dos torcedores merengues. Porém, Zidane saiu em defesa de seu atacante e deixou claro que não está disposto a contratar nenhum substituto.

"Não vou pedir ninguém para sua posição. Benzema está bem e na minha visão fez uma boa partida, criou chances, mas parou na trave duas vezes. O problema não foi na criação, mas na conclusão da jogadas, muitas vezes porque a bola não queria entrar", explicou o comandante.

Um dos protagonistas do duelo acabou sendo o árbitro de vídeo (VAR). O recurso foi utilizado duas vezes e culminou na anulação de um gol para cada equipe. No caso merengue, Sandro Meira Ricci não validou o gol de Casemiro por conta de um impedimento de Benzema, que participou do lance. Na entrevista, Zidane fugiu da polêmica, mas criticou a demora para a definição.

"Parece que o árbitro assinalou o impedimento. Não falei com ele, mas foi o que me pareceu e não falta em Casemiro. De qualquer jeito, o problema foi os três ou quatro minutos para decidir o que seria marcado e isso não é bom. Se forem para decisões rápidas está ótimo, mas não se pode demorar tanto", argumentou Zinédine Zidane.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade