0

Fase de grupos reúne 14 campeões da Libertadores

2 mar 2020
11h50
atualizado às 11h51
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Dos 32 clubes que iniciam nesse meio de semana a disputa pela fase de grupos da Libertadores, 14 já detêm o título da competição. Portanto, 18 deles vão tentar a conquista inédita, como é o caso do Athletico-PR, o único dos sete brasileiros classificados na atual edição que não ainda foi campeão da Libertadores – chegou perto em 2005, com o vice em duelo com o São Paulo.

Rogério Ceni (esq.) e Lugano (2º à dir.) levantam a taça de campeão da Copa Libertadores da América em 2005 após o São Paulo vencer o Atlético Paranaense por 4 a 0 no estádio do Morumbi
Rogério Ceni (esq.) e Lugano (2º à dir.) levantam a taça de campeão da Copa Libertadores da América em 2005 após o São Paulo vencer o Atlético Paranaense por 4 a 0 no estádio do Morumbi
Foto: Alex Silva / Estadão Conteúdo

Dos que estão na briga por mais um troféu, Boca Juniors (com 6), Peñarol (5) e River Plate (4) são os que mais vezes ganharam a Libertadores, seguidos por Grêmio, Santos, São Paulo, Olímpia e Nacional, cada um deles três vezes campeão.

Entre os times do Brasil na fase de grupos, Flamengo e Internacional deram a volta olímpica duas vezes e o Palmeiras, uma.

Outros campeões que vão entrar em campo já nesta semana são o Racing, LDU e Colo-Colo. Todos eles venceram a Libertadores uma vez.

Uma curiosidade na competição é a quantidade de vices do América de Cáli, que integra o Grupo E, adversário de Grêmio e Internacional. Chegou à final quatro vezes e não teve sucesso em nenhuma delas.

Confira abaixo os jogos de estreia dos brasileiros na fase de grupos:
Terça (3/3) – Atlhetico-PR x Peñarol (Arena da Baixada, 21h30);
Terça (3/3) – Internacional x Universidad Católica (Beira-Rio, 19h15);
Terça (3/3) – America de Cáli x Grêmio (Colômbia, 21h30);
Terça (3/3) – Defensa Y Justicia x Santos (Argentina, 19h15);
Quarta (4/3) – Junior Barranquilla x Flamengo (Colômbia, 21h30);
Quarta (4/3) – Tigre x Palmeiras (Argentina, 19h15);
Quinta (5/3) – Binacional x São Paulo (Peru, 21h).

Veja também:

Os jogadores mais valiosos da Libertadores 2020

 

Fonte: Silvio Alves Barsetti
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade