PUBLICIDADE

Futebol Internacional

Real Madrid vence Cádiz no Bernabéu e conquista 36º título da La Liga

Com gols de Brahim, Bellingham e Joselu, Merengues se aproximam do 36º título espanhol

4 mai 2024 - 13h33
(atualizado às 16h33)
Compartilhar
Exibir comentários
Real Madrid celebra vitória contra o Cádiz pela La Liga 23/24
Real Madrid celebra vitória contra o Cádiz pela La Liga 23/24
Foto: Esporte News Mundo

O Real Madrid venceu o Cádiz, por 3×0, neste sábado (04), no Santiago Bernabéu, e está muito próximo de conquistar o título espanhol desta temporada. Dominantes durante toda a partida, os Merengues garantiram o resultado e dependem de um tropeço do Barcelona contra o Girona, no duelo que começa às 13h30, para vencerem La Liga pela 36ª vez ainda hoje.

Retranca do Cádiz segura Madrid alternativo

Pensando no duelo contra o Bayern, pela Champions League, no meio da semana, o técnico Carlo Ancelotti escalou um time com sete reservas no Bernabéu. Além disso, o treinador promoveu o retorno do goleiro Courtois, que voltou a jogar depois de nove meses afastado por conta de duas lesões no joelho.

Mesmo com muitos titulares poupados, o Real Madrid sufocava o Cádiz desde os primeiros minutos de jogo, chegando a ter 80% de posse de bola. Porém, mesmo com as boas atuações de Ceballos e Brahim Diaz, os Merengues tinham dificuldades para conseguir furar a retranca adversária. A melhor chance do Madrid veio aos 10', em um chutaço de Eder Militão que foi rebatido pelo goleiro Ledesma.

Precisando vencer para continuar sonhando com a permanência em La Liga, o time da Andaluzia tentava superar a pressão madridista à sua maneira e assustou algumas vezes. Na primeira escapada, aos 21', Zaldúa cruzou para Chris Ramos que finalizou mal.

10 minutos depois, Sobrino dividiu com Militão, saiu cara a cara com Courtois, mas foi travado por Nacho. E aos 44', Escalante subiu sozinho após cruzamento, mas cabeceou para fora. As chances perdidas pelo Cádiz quase foram punidas no último lance do primeiro tempo, mas Joselu - em posição de impedimento - perdeu uma grande oportunidade.

Passeio no segundo tempo

Se o Real Madrid não conseguiu transformar o controle em eficiência no primeiro tempo, o cenário mudou completamente na segunda etapa. Em ótima jogada pela esquerda, Brahim Díaz acertou um belíssimo chute no ângulo de Ledesma e abriu o placar, aos 5'. Na sequência, Ancelotti colocou Jude Bellingham na vaga de Arda Guler e o inglês teve impacto imediato.

O meia achou Modric, que acionou Brahim, que cruzou na medida para Bellingham ampliar o placar. Com o resultado garantido, Ancelotti colocou os também titulares Vinicius Jr e Valverde para dar ritmo de jogo, e o brasileiro protagonizou um lance de cinema. Em jogada pela esquerda, o Camisa 7 cruzou de letra na cabeça de Militão, que viu Ledesma operar um milagre no Bernabéu.

Mesmo com as limitações técnicas, o Cádiz ainda tentava arriscar: aos 44', Maxi Gómez subiu sozinho e cabeceou por cima. Mas as oportunidades da equipe se mostraram insuficientes. Após outro gol perdido, o time andaluz viu Vini Jr puxar contra-ataque, achar o zagueiro Nacho na ponta esquerda, que cruzou na medida para Joselu fechar o placar e colocar o Real Madrid com nove dedos na taça.

Esporte News Mundo
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade