PUBLICIDADE

Futebol Internacional

Presidente da Fifa pede punição a atletas envolvidos em apostas

Presidente da Fifa, Gianni Infantino deixa clara a sua insatisfação com atletas envolvidos em apostas no futebol

15 jun 2024 - 19h12
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Reprodução CazéTV - Legenda: Presidente da Fifa cobra punição a atletas envolvidos com apostas / Jogada10

Neste sábado (15), o presidente da Fifa, Gianni Infantino falou sobre casos de apostas no futebol mundial e, sem citar nomes, como por exemplo, o brasileiro Lucas Paquetá, pediu punições severas aos atletas.

"Os jogadores sabem: não se deve apostar, obviamente. No futebol, no rúgbi, qualquer esporte. Quando acontece alguma coisa, há obviamente investigações. As decisões são sérias e muito intransigentes no que diz respeito às apostas. E o futebol, em todos os níveis, inclusive no amador", disse Infantino.

"Sem falar de casos concretos, os jogadores que forem considerados culpados devem ser severamente punidos", completou o dirigente.

Apesar da fala dura, o mandatário da Fifa preferiu não julgar ninguém antes da hora e espera o término dos processos.

"Se alguém cometeu um ato contrário às regras desportivas, é óbvio que haverá sanções. Cada situação é diferente e não devemos banalizar", afirmou.

Vale citar, que no Brasil, o caso que mais chama a atenção é Lucas Paquetá. O brasileiro é acusado pelos cartolas do futebol inglês de ter forçado cartões amarelos em jogos da Premier League. Logo depois das denúncias, o meia garante que é inocente.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Jogada10
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade