PUBLICIDADE

Manchester City confia em acerto de marca de material esportivo com Haaland para tentar acordo; entenda

Artilheiro do Borussia Dortmund tem proposta para ser patrocinado pela Puma, mesma marca que fornece material para o clube inglês. Cityzens monitoram a negociação

11 out 2021 14h19
| atualizado às 14h19
ver comentários
Publicidade

As especulações sobre o futuro de Erling Haaland não param. Com vínculo até junho de 2024 com o Borussia Dortmund, o atacante norueguês terá uma cláusula de rescisão de 75 milhões de euros (R$ 478 milhões atualmente), valor considerado baixo para algumas equipes, a partir do próximo verão europeu.

Erling Haaland já balançou as redes 11 vezes pelo Borussia Dortmund nesta temporada (Foto: INA FASSBENDER / AFP)
Erling Haaland já balançou as redes 11 vezes pelo Borussia Dortmund nesta temporada (Foto: INA FASSBENDER / AFP)
Foto: Lance!

E diante deste cenário, muitos são os clubes de olho no camisa 9 aurinegro. A mais nova possibilidade, de acordo com a imprensa europeia, é o Manchester City, que já foi cogitado outras vezes, mas agora com um trunfo para tentar um acerto com o atleta.

Nos últimos dias, o jornal "Bild", da Alemanha, afirmou que a fornecedora de material esportivo Puma deseja oferecer um contrato para patrocinar Haaland a partir de janeiro de 2022, quando se encerra o vínculo do atacante com a Nike, sua atual fornecedora. Os valores do acordo, de acordo com a publicação, são de 5 milhões de euros (quase R$ 32 milhões) por cinco anos.

E é neste cenário que o Manchester City pretende atuar. O clube inglês, que é patrocinado pela Puma, assim como o Borussia Dortmund, observa de perto as negociações entre atleta e marca, de acordo com o jornal "Daily Star". Mesmo sabendo que um possível acordo não é garantia de sucesso em uma eventual negociação, os Cityzens pretendem usar este fato ao seu favor.

VALORES DA 'OPERAÇÃO HAALAND'

Para contratar Erling Haaland, o Manchester City, e os demais clubes do Velho Continente que desejarem o atleta, já sabem o quanto terão de desembolsar.

Segundo informações da imprensa europeia, o contrato de Haaland com o Borussia Dortmund não tem uma multa rescisória estipulada, mas, ao final da atual temporada, passará a ter no valor de 75 milhões de euros. Tal quantia é vista como baixa para alguns clubes, principalmente os das grandes ligas.

De acordo com o "Bild", contratar Haaland, porém, não será tão simples. Apesar do valor relativamente baixo - se comparado a outras transações -, o agente do jogador, Mino Raiola, deseja receber 40 milhões de euros (R$ 255 milhões) de comissão, além de cobrar 50 milhões de euros (R$ 319 milhões) anuais de salário para o atleta.

Ao todo, somando o valor de cláusula, salários, comissão e também luvas, a imprensa alemã diz que a "operação Haaland" pode custar mais de 500 milhões de euros (R$ 3,1 bilhões).

Lance!
Publicidade
Publicidade