0

Astori morreu por 'causas naturais', aponta autópsia

Capitão da Fiorentina, de 31 anos, morreu no último domingo

6 mar 2018
14h10
atualizado às 14h18
  • separator
  • comentários

O ex-jogador italiano Davide Astori morreu de "causas naturais", segundo um laudo da autópsia divulgado hoje (6).

O documento cita "morte cardíaca sem evidência macroscópica, provavelmente em base bradiarrítmica, com congestionamento politrópico marcado e edema pulmonar".

Cagliari e Fiorentina aposentam camisa 13 após morte de Astori
Cagliari e Fiorentina aposentam camisa 13 após morte de Astori
Foto: ANSA / Ansa

Aos 31 anos, o capitão do Fiorentina foi encontrado morto no último domingo (4), dentro de um quarto no hotel em Udine, na Itália, onde seu time estava reunido para disputar um jogo da série A.

A autópsia, que durou cerca de três horas, foi acompanhada pelo diretor do Centro de Patologia Vascular da Universidade de Padova, Gaetano Thiene, e pelo professor da Universidade de Udine Carlo Moreschi.

Segundo os médicos, o coração do jogador teria sofrido uma redução dos batimentos até parar, por causas naturais.

Para mais detalhes e um parecer definitido, serão necessários 60 dias.

O laudo também concluiu que não existe nenhum obstáculo para o enterro do italiano e a família foi autorizada a prosseguir com o velório e funeral.

Veja também:

Ansa - Brasil   

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade