PUBLICIDADE

Courtois pede desculpas por críticas à França: "Mal-entendido"

14 jul 2018 15h07
| atualizado às 15h22
ver comentários
Publicidade

Cabeça quente: foi assim que Courtois, goleiro da Bélgica, justificou algumas críticas proferidas à seleção francesa depois da eliminação nas semifinais da Copa do Mundo, na última semana, quando perdeu por 1 a 0. Depois de ter conquistado o terceiro lugar da competição diante da Inglaterra, por 2 a 0, neste sábado, o belga resolveu comentar o episódio.

"Eu posso ter reagido de forma muito forte. Eu vi as reações, vi que os franceses me criticaram um pouco, mas é preciso entender que eu estava voltando para o vestiário, de cabeça quente, dez minutos depois de perder uma semifinal em que você sente que não jogou pior que o adversário. Eu não quis dizer que eles não jogaram bem. A França fez de tudo para que a gente não pudesse jogar nosso jogo, não que eles foram piores", iniciou Courtois ao BeIn Sports. "Antoine (Griezmann) tem razão ao dizer que o mais importante é ganhar, não importa como. É um mal-entendido, eu posso ter reagido um pouco forte. Peço desculpas".

Logo após a partida entre Bélgica e França, o goleiro comentou que os franceses não "jogaram nada" e que era "uma pena para o futebol que a Bélgica não tivesse vencido". Durante a semana, porém, o francês Antoine Griezmann, companheiro de Courtois no Atlético de Madrid, usou sarcasmo e ironia ao lembrar que o tipo de jogo utilizado pela França é o mesmo que o praticado pelo clube onde atuam juntos. "Não nos importamos com a forma como ganhamos, importa que ganhamos", brincou Griezmann.

A Bélgica venceu a Inglaterra na manhã deste sábado na disputa pelo terceiro lugar da Copa do Mundo. Os gols foram marcados por Meunier e Hazard, conquistando a melhor colocação da seleção belga em sua história no Mundial. A grande final será no domingo, dia 15 de julho, às 12h (de Brasília), entre França e Croácia.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade