0

Leonardo rebate críticas de Meunier e desaprova atuação de alemães no mercado

17 jul 2020
13h17
atualizado às 13h17
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Na última quinta-feira, o ex-lateral do PSG Thomas Meunier fez duras críticas à diretoria do clube, em especial o dirigente Leonardo, por sua saída do time francês rumo ao Borussia Dortmund. Nesta sexta-feira, foi a vez do brasileiro rebater.

Segundo o diretor, o jogador já estava acertado com os aurinegros e, por isso, não teve seu contrato estendido por mais dois meses, como foi realizado com o zagueiro Thiago Silva. Além disso, Leonardo consultou o Dortmund sobre uma possibilidade de empréstimo até o final da temporada, mas a equipe pediu um pagamento e a negociação não prosseguiu.

Leonardo ainda afirmou que os clubes alemães atacam jovens no mercado de transferências (Foto: Reprodução/Twitter)
Leonardo ainda afirmou que os clubes alemães atacam jovens no mercado de transferências (Foto: Reprodução/Twitter)
Foto: Gazeta Esportiva

"Dentro dessas condições, seria impossível. Não há razão para agir de forma diferente com ele. O Paris Saint-Germain nunca o desrespeitou. Nós queríamos prolongar o contrato, ele não queria, estava no direito dele", declarou o dirigente.

Leonardo ainda criticou a forma como os clubes alemães atuam no mercado de transferências. Para o diretor, eles "atacam jogadores jovens" causando problemas para os times franceses.

"Os clubes alemães, principalmente o Bayern de Munique, o RB Leipzig e o Borussia Dortmund, atacam jogadores jovens e ameaçam os clubes franceses. É um grande problema. Eles ligam para parentes, amigos, família, o próprio jogador. Isso acontece até com menores de 16 anos", finalizou.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade