0

J. Pernambucano diz que Neymar foi para o PSG "só pelo dinheiro"; Leonardo rebate

7 jul 2020
17h25
atualizado às 17h25
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Juninho Pernambucano ainda afirmou que Neymar precisa "mostrar alguma gratidão" ao PSG

O ex-meio-campista Juninho Pernambucano teceu duras críticas a Neymar. Em entrevista ao jornal inglês The Guardian, o ídolo e atual dirigente Lyon afirmou que o atacante escolheu ir para o Paris Saint-Germain "só por causa do dinheiro", argumentando que na sociedade brasileira predomina-se uma "cultura de ganância".

"Olhe para o Neymar. Ele se transferiu ao PSG só por causa do dinheiro. O PSG deu tudo a ele, tudo que ele queria, e agora ele quer sair antes do fim de seu contrato. Mas agora é tempo para dar de volta, de mostrar alguma gratidão. É uma troca, você vê. Neymar precisa dar tudo que pode no gramado, mostrar total dedicação, responsabilidade e liderança. O problema é que o establishment no Brasil tem uma cultura de ganância e sempre querer mais dinheiro. Isso é o que somos ensinados e o que aprendemos", declarou Juninho, acrescentando que o comportamento de Neymar reflete o que lhe foi ensinado.

"É simplesmente sobre o que aprendeu. Eu preciso diferenciar entre o Neymar como jogador e o Neymar como pessoa. Como jogador, ele está no top 3 do mundo, no mesmo nível que Cristiano Ronaldo e Leo Messi. Ele é rápido, forte, pode fazer gols e dar assistências como um real número 10. Mas, como pessoa, eu acho que ele é culpado, porque precisa questionar a si mesmo e crescer. No momento, no entanto, ele está fazendo o que a vida o ensinou a fazer", completou.

Após a declaração de Juninho Pernambucano, Leonardo, diretor do Paris Saint-Germain, se posicionou a favor de seu jogador. Em participação na Rádio RMC Sport, o ex-lateral-esquerdo disse que o dirigente do Lyon deveria se preocupar apenas com os assuntos do próprio clube.

"Não entendo por que Aulas [presidente do Lyon] fala tanto sobre o PSG, e Juninho agora fala sobre o Paris e Neymar. Deveria falar sobre o clube dele. Não estamos falando sobre a situação do Lyon e peço ao Lyon para não falar sobre nosso jogador ou nosso clube", rebateu.

Neymar chegou PSG em 2017 por 222 milhões de euros, com o status de contratação mais cara da história do futebol. Envolvido em especulações sobre um possível retorno ao Barcelona desde a temporada passada, o camisa 10 tem vínculo com o clube francês até o meio de 2022.

Veja também:

Colunista do L! alerta para privilégio de torcida organizada em jogo do Palmeiras
Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade