PUBLICIDADE

Nagelsmann assume comando do Bayern e festeja "sensação boa"

Treinador de apenas 33 anos é apresentado como novo técnico do time de Munique e já comanda o primeiro treino na reapresentação do elenco

7 jul 2021 09h50
| atualizado às 13h35
ver comentários
Publicidade

O primeiro dia de trabalho do Bayern de Munique na temporada 2021/2022 teve nesta quarta-feira uma grande novidade. O técnico Julian Nagelsmann, de apenas 33 anos, foi apresentado oficialmente no clube alemão para assumir o posto que era de Hans-Dieter Flick, que será agora o novo treinador da seleção da Alemanha no lugar de Joachim Löw.

Feliz da vida com novo desafio, Julian Nagelsmann durante primeiro treino no Bayern
Feliz da vida com novo desafio, Julian Nagelsmann durante primeiro treino no Bayern
Foto: Sven Hoppe/Reuters

Em uma entrevista coletiva ao lado de Oliver Kahn e Hasan Salihamidzic, ídolos e hoje diretores do Bayern, Nagelsmann fez questão de ressaltar que é um desafio enorme estar à frente de um dos maiores clubes da Europa e disse que não vê a hora de efetivamente colocar em prática tudo o que deseja realizar.

"É uma sensação boa. Estou muito feliz por ser o treinador do Bayern. Será um trabalho emocionante e uma primeira temporada emocionante. Estou feliz que o trabalho realmente comece hoje (quarta-feira)", frisou o comandante, que estava no RB Leipzig.

Destacando a juventude, o dinamismo e, principalmente, o talento tão rapidamente demonstrado pelo novo treinador, Kahn e Salihamidzic não pouparam elogios a Nagelsmann e projetaram ainda mais títulos para a coleção do clube alemão.

"Julian tem qualidade para levar time e jogadores ao mais elevado nível e desenvolvê-los ainda mais. E, de preferência, isso deve, é claro, ir de mãos dadas com títulos. Estamos absolutamente convencidos de que podemos fazer isso com Julian", afirmou Kahn, ex-goleiro da seleção alemã e atual dirigente do Bayern.

Afetado por seguidas lesões, Nagelsmann encerrou a sua curta carreira como zagueiro aos 21 anos e se preparou desde então para ser treinador. Começou nas divisões de base do Hoffenheim, sendo promovido para a categoria principal em 2016. Três anos depois seguiu para o RB Leipzig, levando a equipe ao terceiro lugar do Campeonato Alemão na temporada 2018/2019. A mesma colocação foi obtida na edição seguinte, tendo uma melhora ao vice na última edição - todos os títulos foram conquistados pelo Bayern.

Na Liga dos Campeões da temporada 2019/2020, o RB Leipzig chegou à inédita semifinal para o clube, caindo para o Paris Saint-Germain, em jogo único em Lisboa, capital de Portugal. Em seguida, o PSG de Neymar foi batido na decisão justamente pelo Bayern.

 

Estadão
Publicidade
Publicidade