PUBLICIDADE

Fifa deve indenizar o Barcelona por conta de lesão de Dembélé

Atacante será operado e ficará cerca de quatro meses longe dos gramados por conta de um problema no tendão do joelho direito

23 jun 2021 10h22
| atualizado às 10h30
ver comentários
Publicidade

O Barcelona deve ser indenizado pela Fifa por conta da lesão sofrida por Dembélé na partida entre França e Hungria pela Eurocopa. Segundo o Programa de Proteção da entidade, há uma compensação de pouco mais de 20 mil euros (R$ 119 mil) por dia para uma equipe que tenha perdido um jogador em atividade por sua seleção.

Dembélé se contundiu em partida contra a Hungria pela Eurocopa (TIBOR ILLYES / POOL / AFP)
Dembélé se contundiu em partida contra a Hungria pela Eurocopa (TIBOR ILLYES / POOL / AFP)
Foto: Lance!

A norma especifica que para um clube ter direito a esse benefício, o atleta deve ficar afastado por no mínimo 28 dias, momento em que a indenização começará a ser paga. Além disso, a equipe deve denunciar a gravidade da lesão para a Fifa.

Nesta segunda-feira, Dembélé será operado na Finlândia para tratar do problema sofrido na segunda rodada da Eurocopa e ficará afastado dos gramados pro quatro meses. O atleta, que havia entrado no segundo tempo da partida contra a Hungria, ficou em campo apenas 30 minutos antes de se substituído aos 42 minutos.

Esta é a terceira vez que o francês irá passar pela mesa de cirurgia como jogador do Barcelona. Entre 2017 e 2019, o atacante passou por problemas musculares graves e somente na última temporada conseguiu ter mais sequência.

Lance!
Publicidade
Publicidade