PUBLICIDADE

Com contrato até o fim da temporada, Ansu Fati pretende permanecer no Barcelona

16 set 2021 10h38
| atualizado às 11h02
ver comentários
Publicidade

Vinculado ao Barcelona até o fim da temporada, Ansu Fati pretende permanece no clube. O empresário do atacante se reuniu com dirigentes do time para discutir a renovação de contrato. A informação é da rádio Cadena SER e foi repercutida pela imprensa espanhola.

O português Jorge Mendes, agente do jogador de 18 anos, conversou com representantes da equipe catalã. Ele informou que o atleta visa renovar o contrato e, assim, ficar no Barça.

No entanto, apesar do sinal positivo, uma ampliação do vínculo de Fati enfrentaria, inevitavelmente, alguns percalços.

O ponta foi promovido ao time titular aos 16 anos e ainda conta com um baixo salário, apesar de ter virado peça-chave antes de se lesionar. Assim, devido ao imenso potencial previsto para ele, uma renovação de contrato teria que aumentar bastante os vencimentos do jogador.

O Barcelona enfrenta grave crise financeira e trabalha na contramão deste ideal. Há alguns meses, o clube estuda renovar com estrelas do elenco para, então, reduzir massivamente a folha salarial.

O Barça contava com uma cláusula no contrato de Fati: teria como ativá-la unilateralmente e renovar com ele por duas temporadas. Porém, a opção não pôde ser executada, pois o atleta havia assinado o vínculo com o time antes de completar 18 anos.

Caso não haja renovação, o novo camisa 10 do Barcelona poderá assinar um pré-contrato com qualquer equipe em janeiro. Assim, deixaria o clube catalão, que não receberia uma taxa de transferência por uma de suas maiores promessas.

Formado na base do Barcelona, Ansu Fati disputou 43 jogos pelo time profissional, anotando 13 gols e cinco assistências. Ele se recupera de lesão grave no joelho, contraída em novembro de 2020, e voltou a treinar em agosto.

Segundo informação do jornal espanhol Mundo Deportivo, o atacante de 18 anos não deve ser relacionado pelo técnico Ronald Koeman para a próxima partida de LaLiga, contra o Granada, na segunda-feira, às 16h00 (de Brasília), no Camp Nou. Assim, o treinador holandês estuda deixar o atacante no banco de reservas para o jogo diante do Cádiz, fora de casa, na quinta-feira (23), às 17h00.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade