PUBLICIDADE

David Beckham aceita se tornar embaixador do Qatar e pode ser 'o rosto' da próxima Copa do Mundo

Ex-jogador e ídolo da Inglaterra e Manchester United enfrenta diversas críticas por aceitar se tornar embaixador do Qatar por uma grande quantidade de dinheiro

24 out 2021 12h37
ver comentários
Publicidade

David Beckham é alvo de diversas críticas por aceitar se tornar embaixador do Qatar ao longo desta década por 150 milhões de libras (R$ 1,1 bilhão). Segundo o "The Sun", o acordo também prevê que o ex-jogador inglês será "o rosto" da Copa do Mundo de 2022.

David Beckham pode ser 'a cara' da próxima Copa do Mundo Foto: AFP
David Beckham pode ser 'a cara' da próxima Copa do Mundo Foto: AFP
Foto: Lance!

O dono do Inter de Miami esteve no Qatar no início deste mês de outubro conhecendo os estádios que serão utilizados no Mundial de 2022. As informações apontam que o anúncio oficial deve ser feito em novembro e o veterano terá um papel importante na promoção do turismo e da cultura do país árabe.

Apesar das diversas críticas nas redes sociais por conta da aproximação com o Qatar, que enfrenta críticas por questões relacionadas aos direitos humanos, uma fonte próxima a David Beckham afirmou o empresário está lutando por mais participação de pessoas que pertencem ao grupo LGBTQIA+ com a presença de bandeiras com as cores do arco-íris.

- David sempre fala sobre o poder do futebol como uma força para o bem em diversos níveis. Quando chegarmos ao ponto de um ano para a próxima Copa do Mundo), ele se juntará à comunidade do futebol que está se reunindo para o Mundial de 2022 - afirmou a fonte ao "The Sun".

David Beckham também é embaixador da Unicef, órgão das Nações Unidas que promove o direito das crianças, principalmente nas mais vulneráveis e vítimas de violência ao redor do mundo.

Lance!
Publicidade
Publicidade