PUBLICIDADE

Chile e Alemanha duelam por título inédito da Copa das Confederações

1 jul 2017 20h03
| atualizado em 2/7/2017 às 10h03
ver comentários
Publicidade

Chile e Alemanha se enfrentam neste domingo, às 15 horas (de Brasília), em São Petersburgo, na Rússia, pela grande decisão da Copa das Confederações. Os dois times duelam pela conquista inédita do torneio. Na primeira fase, as equipes empataram em 1 a 1. 

Os chilenos conseguiram a façanha de chegar à final após despacharem Portugal, do astro Cristiano Ronaldo, na semifinal, vencendo nos pênaltis, após empate sem gols. Já os alemães atropelaram o México com uma goleada de 4 a 1.

Apesar de seguir invicta na Copa das Confederações e de ter avançado à decisão em grande estilo, Joachim Low, treinador da Alemanha, acredita que sua equipe vai ter muitas dificuldades por conta do estilo de jogo do Chile. Por isso, o técnico espera um duelo complicado.

"O Chile é um adversário complicado de se enfrentar, pois eles jogam com muita força e congestionam o meio-de-campo. Assim, o toque de bola fica dificultado. Ao mesmo tempo, como marcam em bloco, fecham bem as laterais, por isso levam poucos gols. Foi muito complicado jogar contra eles na primeira fase, e agora, valendo título, vai ser ainda pior", disse.

Por isso, o técnico da Alemanha quer ver seu time se impondo dentro de campo, mas sabe que o duelo será disputado do início ao fim. "Temos que tentar colocar em prática a nossa maneira de jogar. Vai ser uma decisão equilibrada, pois são times com propostas de jogo muito bem definidas", analisou o treinador da Alemanha.

Na opinião do técnico do Chile, Juan Antonio Pizzi, a final também será uma luta contra o desgaste, já que a maioria dos atletas estão em final de temporada. Mesmo assim, o comandante quer ver sua equipe atuando com intensidade durante a decisão.

"São duas equipes que estão dando o máximo em campo e que têm a maior parte de seu elenco atuando na Europa, portanto, estão no fim da temporada, pedindo férias. Assim, além da luta pelo título, que é a luta pela vitória, teremos que superar o desgaste. Mas isso serve para os dois times. O importante é conseguirmos manter a intensidade de nosso estilo de jogo", declarou Pizzi.

Os dois treinadores não divulgaram a escalação que pretendem mandar a campo, mas dificilmente promoverão qualquer tipo de alteração. Pelo regulamento, caso a partida deste domingo termine empatada no tempo regulamentar, acontecerá uma prorrogação de trinta minutos. Persistindo a igualdade, o campeão será conhecido na disputa de pênaltis.

FICHA TÉCNICA

CHILE X ALEMANHA

Local: Estádio de São Petersburgo, em São Petersburgo (Rússia)

Data: 2 de julho de 2017 (Domingo)

Horário: 15 horas (de Brasília)

Árbitro: não divulgado pela organização

Assistentes: não divulgados pela organização

CHILE: Claudio Bravo, Mauricio Isla, Gary Medel, Gonzalo Jara e Eugenio Mena; Marcelo Díaz, Charles Aránguiz, Arturo Vidal e Pablo Hernández; Eduardo Vargas e Alexis Sánchez

Técnico: Juan Antonio Pizzi

ALEMANHA: Marc-André ter Stegen, Matthias Ginter, Benjamin Henrichs e Antonio Ruediger; Joshua Kimmich, Sebastian Rudy, Jonas Hector, Leon Goretzka e Julian Draxler; Timo Werner e Lars Stindl

Técnico: Joachim Low

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade