0

Brasil sofre empate amargo contra o Uruguai no Sul-Americano Sub-17

24 mar 2019
23h43
atualizado às 23h43
  • separator
  • comentários

A Seleção Brasileira segue invicta no Sul-Americano Sub-17, mas com sabor amargo. Na noite deste domingo, os garotos brasileiros venciam o Uruguai por 1 a 0, com gol marcado pelo palmeirense Gabriel Verón, mas sofreram o empate aos 39 minutos da etapa final.

As duas equipes chegaram para o duelo após vencerem na estreia pelo Grupo B. O Brasil havia batido o Paraguai por 3 a 2, enquanto o Uruguai derrotou a Argentina por 3 a 0. Este equilíbrio de resultados foi refletido no duelo.

Com mais posse de bola, o Brasil começou melhor, mas foi a partir da segunda metade da primeira etapa que o jogo esquentou. O Uruguai, que só defendia até então, também passou a oferecer perigo e, inclusive, teve a melhor chance logo antes da saída para o intervalo.

Na etapa final, o Brasil quase inaugurou o marcador aos 10 minutos com Daniel Cabral, que arriscou cobrança de falta da intermediária e carimbou a trave. O time canarinho ganhou ainda mais força com a jogada e iniciou uma pressão culminou no gol brasileiro.

Em contra-ataque, Juan recebeu boa bola no meio de campo e lançou Gabriel Verón. O atacante do Palmeiras saiu em velocidade, deixou a zaga para trás e, na saída de Gonzalez, mandou para o fundo das redes.

Com 39 jogados, porém, a equipe celeste achou um gol. Pedro Milans avançou em diagonal e recebeu a bola ao invadir a área. O lateral-direito ganhou dividida com a defesa brasileira e mandou para as redes.

Com o resultado, o Brasil termina a segunda rodada do Sul-Americano na vice-liderança do Grupo B. O primeiro colocado é o Uruguai, que tem os mesmos 4 pontos da Seleção, mas vence no saldo de gols. A Argentina é a atual terceira colocada após vencer a Colômbia por 2 a 1, também neste domingo.

O Sul-Americano é disputado em duas etapas: a de classificação, com dois grupos, e a final, com um hexagonal. Nesta primeira fase, os três primeiros colocados de cada chave se classificam para a sequência do torneio. O hexagonal final reunirá os seis classificados em um mesmo grupo, sendo que os quatro primeiros colocados da competição estarão classificados para o Mundial da categoria, no Brasil.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade