PUBLICIDADE

Futebol Internacional

Brasil perde pela 2ª vez nos pênaltis em Copas do Mundo; confira o retrospecto

9 dez 2022 - 15h46
(atualizado às 17h01)
Compartilhar
Exibir comentários

A Seleção Brasileira foi derrotada nos pênaltis nesta sexta-feira, pelas quartas de final da Copa do Mundo do Catar. A eliminação para a Croácia foi apenas a segunda vez que o Brasil foi superado em disputa de penalidades na história dos Mundiais.

Confira o retrospecto

Copa do Mundo de 1986

A primeira partida da Seleção Brasileira decidida nos pênaltis aconteceu em 1986. Pelas quartas de final da Copa do Mundo do México, os comandados de Telê Santana empataram por 1 a 1 no tempo normal e foram eliminado após perder por 4 a 3 nas penalidades. Sócrates e Júlio César da Silva erraram as cobranças, enquanto apenas Michel Platini desperdiçou do lado francês.

Copa do Mundo de 1994

Desde então, o Brasil não havia sido derrotado em disputa de pênaltis na Copa do Mundo. Em 1994, nos Estados Unidos, a Seleção de Romário e Bebeto venceu a Itália nas penalidades e conquistou o quarto título mundial. Romário, Branco e Dunga converteram para o Brasil, apesar do erro de Márcio Santos. Pela Itália, Albertini e Evani marcaram, enquanto Baresi, Massaro e Baggio perderam.

Copa do Mundo de 1998

Na Copa do Mundo seguinte, em 1998, o Brasil encarou a Holanda na semifinal e venceu nos pênaltis por 4 a 2, após um empate por 1 a 1 no tempo regulamentar. Os holandades Cocu e De Boer erraram e a Seleção Brasileira acertou todas cobranças, se classificando para a final.

Copa do Mundo de 2014

O sucesso em disputas de pênaltis mais recente da Seleção Brasileira foi jogando em Minas Gerais, no Mineirão, contra o Chile. O Brasil de Felipão encarou os chilenos nas oitavas de final da Copa do Mundo e saiu vitorioso na tensa disputa de penalidades, marcada pela imagem do capitão Thiago Silva chorando antes das cobranças.

Após empatar por 1 a 1 no tempo normal, os chilenos Pinilla, Sánchez e Jara erraram as batidas, enquanto Hulk e William perderam pelos brasileiros, mas não impediram a classificação do Brasil para as quartas de final do Mundial.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Compartilhar
Publicidade
Publicidade