PUBLICIDADE
Logo do

Seleção Belga

Meu time

Com homenagens a Ericksen, Bélgica vence Dinamarca e avança

17 jun 2021 14h59
| atualizado às 15h30
ver comentários
Publicidade

A Bélgica se garantiu na próxima fase da Eurocopa, nesta quinta-feira. Os belgas venceram a Dinamarca por 2 a 1, em Copenhague.

Foto: Stuart Franklin / Reuters

Os donos da casa saíram na frente com Poulsen, com apenas dois minutos de jogo. No segundo tempo, o técnico Roberto Martínez colocou seus craques em campo e virou a partida com gols de Thorgan Hazard e De Bruyne.

O jogo foi marcado por homenagens a Ericksen, que na primeira rodada sofreu um mal súbito dentro de campo. Além dos diversos cartazes da torcida, a Seleção Belga presenteou os dinamarqueses com uma camisa da Bélgica autografada pelos jogadores e com o nome de Ericksen. Quando o relógio marcou dez minutos de jogo, árbitro e jogadores pararam a bola e aplaudiram o meia da Internazionale, que segue em recuperação.

As duas últimas partidas do grupo serão disputadas na próxima segunda-feira, às 16 horas (de Brasília). A Dinamarca encara a Rússia, enquanto os belgas enfrentam a Finlândia.

O jogo - Os dinamarqueses anularam seu adversário no primeiro tempo. Com menos de dois minutos, após erro na saída de bola da Bélgica, Höjbjerg acionou Poulsen, que acertou o canto direito de Courtois e estreou o marcador.

Os belgas tentaram reagir com Mertens, mas pararam em Schmeichel. A partir de então, os visitantes praticamente não conseguiram mais atacar. Em jogada individual, Maehle se livrou da marcação e foi parado apenas pelo goleiro. Os dinamarqueses seguiram pressionando, mas não conseguiram ampliar no primeiro tempo.

Na volta do intervalo, De Bruyne saiu do banco e mudou o jogo. Com nove minutos, o camisa 7 recebeu dentro da área, limpou a marcação e tocou para Thorgan Hazard empatar o jogo. Pouco tempo depois, Witsel e Eden Hazard também entraram, o que aumentou o domínio belga.

Aos 24, a equipe de Martínez fez boa troca de passes até a bola chegar no camisa 10, que achou De Bruyne livre para finalizar e virar o jogo. Na reta final do jogo, os donos da casa acertaram a trave, em cabeçada de Braithwaite. Praticamente no último lance do jogo, em cobrança de escanteio, o goleiro Schmeichel foi até a área adversária tentar empatar a partida. Após rebote, a Bélgica contra-atacou e Meunier quase marcou de muito longe, mas Olsen salvou.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade