PUBLICIDADE

Bélgica abre 2 a 0, mas França busca a virada no fim e avança à final da Liga das Nações

7 out 2021 17h59
| atualizado às 17h59
ver comentários
Publicidade

A França está na grande final da Liga das Nações. Nesta quinta-feira, pela semifinal do torneio, a seleção francesa derrotou a Bélgica por 3 a 2, de virada, no Juventus Stadium, em Turim, e avançou de fase. Agora, os Azuis irão disputar o troféu com a Espanha, que eliminou a Itália.

O jogo foi eletrizante do começo ao fim. Com três minutos, Lukaku fez boa jogada individual pela direita e cruzou rasteiro. Koundé afastou mal e a bola sobrou na medida para De Bruyne, que pegou de primeira. Atento, Lloris fez incrível defesa para evitar o tento.

E não demorou para sair a resposta dos franceses. Aos cinco, Mbappé foi acionado na intermediária e, em alta velocidade, invadiu a área, driblou o goleiro e tocou para trás, mas a defesa belga afastou na hora certa. Na sequência, o camisa 10 cruzou na medida para Pavard, que acertou as mãos de Courtois.

Já aos 36, a rede balançou. Carrasco recebeu na ponta esquerda, cortou para o meio e arrematou no cantinho de Lloris, que não pôde fazer nada para evitar o gol da Bélgica. E a França sentiu o golpe. Isso porque a vantagem aumentou apenas quatro minutos depois. Após longa troca de passes, Lukaku fez belo drible de corpo, invadiu a área e soltou o pé para ampliar.

Na volta do intervalo, a seleção francesa partiu para cima para tentar diminuir o prejuízo. Aos 12, Mbappé fez linda jogada pela direita e encontrou Griezmann na área. O atacante, no entanto, se enrolou com a bola e mandou pela linha de fundo.

Cinco minutos depois, começou a reação da França. Mbappé fez mais uma grande jogada e, dessa vez, tocou para Benzema, que, mesmo cercado de zagueiros, conseguiu girar e descontar. E o tento animou os Azuis, que buscaram o empate aos 23, em cobrança de pênalti de Mbappé.

E quando a partida parecia encaminhar para a prorrogação, brilhou a estrela de Theo Hernández. Com o relógio marcando 44 minutos, o lateral aproveitou o cruzamento de Pavard e emendou uma bomba para decretar a virada heroica dos franceses.

Agora, portanto, a França encara a Espanha na final da Liga das Nações, que está marcada para este domingo, às 15h45 (de Brasília), no San Siro, em Milão, na Itália. Já a Bélgica pega a Itália às 10h, em Turim, na disputa do 3º lugar.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade