PUBLICIDADE

Arrascaeta decide, Uruguai bate o Peru e confirma vaga na Copa do Mundo do Qatar

Celeste conta com triunfo do Brasil sobre o Chile para garantir participação no Mundial com uma rodada para o fim das Eliminatórias

24 mar 2022 - 23h04
(atualizado às 23h38)
Ver comentários

O Uruguai sofreu ao longo das Eliminatórias Sul-Americanas, mas, ao fim, conseguiu garantir sua vaga na Copa do Mundo do Qatar. Nesta quinta-feira, a Celeste não decepcionou a torcida que encheu o Centenário, em Montevidéu, e derrotou o Peru por 1 a 0, confirmando a participação no Mundial do Qatar. O único gol do jogo foi marcado por Arrascaeta. Com 25 pontos, o Uruguai é o 4º colocado e não pode mais ser alcançado. Para isso, contou com uma ajuda da Seleção Brasileira, que derrotou o Chile por 4 a 0.

Jogadores do Uruguai vibram com Arrascaeta, autor do gol que garantiu a vitória sobre o Peru (Foto: Divulgação/Seleção Uruguaia)
Jogadores do Uruguai vibram com Arrascaeta, autor do gol que garantiu a vitória sobre o Peru (Foto: Divulgação/Seleção Uruguaia)
Foto: Divulgação

Se o Uruguai está em festa, o clima no lado peruano é de hesitação. Afinal de contas, a derrota deixou o time comandado por Ricardo Gareca na 5ª posição, com 21 pontos. Também beneficiado pela derrota do Chile, os peruanos precisam de uma vitória em Lima, na próxima terça-feira, contra o Paraguai, para garantir vaga ao menos na repescagem.

BOM INÍCIO DOS PERUANOS

Apesar de jogar fora de casa, a seleção treinada por Gareca não se intimidou e tratou de ir para cima dos uruguaios. Com isso, logo aos 4 minutos, Lapadula desperdiçou a primeira grande chance da partida ao cabecear sem muita força parando na defesa de Rochet.

Entretanto, aos poucos, a Celeste passou a ditar as ações em campo. Até meados dos 20 minutos, apesar de ver os peruanos conseguirem finalizar mais uma vez com Lapadula, chegava com perigo na área do goleiro Gallese, porém sem efetividade.

URUGUAI SAI NA FRENTE

O Uruguai manteve o ímpeto rumo ao gol. Até meados dos 35 minutos, acionava seus jogadores de frente Darwin Núñez, Luis Suárez e Arrascaeta, dando trabalho ao camisa 1 peruano que mantinha-se atento aos lances. Até que aos 40 minutos, a Celeste finalmente conseguiu abrir a contagem no Centenário. Após cruzamento de Darwin, Giménez chegou finalizando no travessão, dando o rebote para o jogador do Flamengo, Arrascaeta, que já havia tentado alguns em alguns lances anteriormente, fazendo o primeiro gol do jogo.

MANDANTES MOSTRAVAM FORÇA

Apesar da vantagem no marcador, a Celeste não quis saber de diminuir o ritmo na volta para a etapa complementar. Mesmo com Gareca promovendo sua primeira troca na partida ao colocar Flores no lugar de Peña, viu o rival criar as melhores chances até meados dos 15 minutos, sendo a melhor chance com Valverde, em uma bomba de fora da área que acabou parando no travessão, para lamentação do craque do Real Madrid.

Com o tempo passando, além de mais algumas mudanças, agora dos dois lados. Se por um lado o Peru aumentava seu poder ofensivo para conseguir o empate, por outro o treinador do Uruguai resolveu renovar o gás de seu ataque ao colocar Cavani, muito aplaudido ao entrar, no lugar de Darwin Núñez.

EMOÇÃO NA RETA FINAL DE JOGO

Depois das últimas fichas apostadas por ambos os comandantes, o Uruguai tentou administrar o resultado. Porém, aos 46 minutos, já nos acréscimos dados por Anderson Daronco, Trauco tentou o levantamento para a área, mas o goleiro Rochet acabou sendo surpreendido caindo dentro do gol para fazer a defesa, tentando manter a bola em cima da linha.

Após alguns minutos, depois de uma checagem do VAR, o árbitro brasileiro seguiu com o jogo. Mesmo com a reclamação dos peruanos pedindo o gol, soprou o apito na sequência para encerrar o duelo em Montevideo, com direito a muita festa dos jogadores da Celeste, além da torcida nas arquibancadas.

FICHA TÉCNICA

Uruguai 1x0 Peru

Data e horário: 24/03/2022, às 20h30 (de Brasília)

Local: Estádio Centenário, em Montevideo (URU)

Árbitro: Anderson Daronco (BRA)

Assistentes: Bruno Pires e Kleber Gil

VAR: Wagner Reway (BRA)

Cartões Amarelos: Pallestri, 26'/2ºT

Gols: Arrascaeta, 40'/1ºT (1-0);

URUGUAI: Rochet; Ronald Araújo, Godín, Giménez e Mathías Olivera; Bentancur, Valverde e Pellistri (Damián Suárez, aos 38'/2ºT) e Arrascaeta (Maxi Gómez, aos 38'/2ºT); Luis Suárez (Torreira, aos 31'/2ºT) e Darwin Núñez (Cavani, aos 21'/2ºT).

(Técnico: Diego Alonso)

PERU: Gallese; Advíncula, Zambrano, Callens e Trauco; Tapia, Yotún (Christofer Gonzáles, aos 15'/2ºT), Carrillo (Ormeño, aos 19'/2ºT) e Peña (Flores, no intervalo); Cueva (Calcaterra, aos 31'/2ºT) e Lapadula (Valera, aos 31'/2ºT).

(Técnico: Ricardo Gareca)

Lance!
Publicidade
Publicidade