PUBLICIDADE

Alemanha

Em estreia de Nagelsmann, Alemanha vence amistoso contra os EUA de virada

14 out 2023 - 18h04
Compartilhar
Exibir comentários

Julian Nagelsmann estreou com o pé direito como treinador da Alemanha neste sábado. Enfrentando os EUA em amistoso realizado no Pratt & Whitney Stadium, em Connecticut, a equipe tetracampeã mundial respondeu à mudança no comando técnico e saiu de campo com a vitória por 3 a 1, de virada.

Pulisic, com um golaço da entrada da área, abriu o placar para a seleção norte-americana. Gündogan, Füllkrug e Musiala balançaram as redes para a Alemanha virar o jogo na costa leste dos EUA.

A seleção alemã volta a entrar em campo na próxima terça-feira, às 21h (de Brasília), em amistoso contra o México, no Lincoln Financial Field, em Filadélfia. Já os EUA vai encarar Gana, no mesmo dia, às 21h30 (de Brasília), no Geodis Park, em Nashville.

O jogo

O primeiro tempo foi marcado pelo equilíbrio, com ambas as equipes criando boas oportunidades de gol em Connecticut, mas foram os EUA que abriram o placar, fazendo valer o "fator casa". Aos 27 minutos, Pulisic recebeu pela esquerda, foi para cima da marcação e, chegando na entrada da área, bateu no ângulo, sem chances para Ter Stegen, se redimindo pela jogada anterior, em que havia tentado cavar um pênalti após driblar o goleiro alemão.

A Alemanha buscou o empate 11 minutos depois, quando Leroy Sané saiu da direita em direção ao meio, tabelou com Gündogan e, ao tentar driblar o goleiro, perdeu a bola, que sobrou nos pés do meio-campista do Barcelona, que precisou apenas completar de primeira para o fundo das redes e deixar tudo igual no Pratt & Whitney Stadium.

Já no segundo tempo a Alemanha mudou sua postura, assumindo o controle total do jogo. E não demorou para os visitantes virarem a partida. Aos 14 minutos Füllkrug recebeu de Gosens, dominou dentro da área e bateu com categoria, no cantinho, sem chances para o goleiro Turner.

Pouco depois a seleção alemã ampliou contando com a sorte. Musiala saiu costurando a marcação e, após bate-rebate, a bola sobrou para Füllkrug, que tocou para o jovem atacante completar de carrinho e deixar sua equipe em uma situação confortável.

Nos minutos finais coube à seleção alemã apenas administrar a boa vantagem construída no segundo tempo para garantir a importante vitória na estreia de Julian Nagelsmann à frente da equipe que há anos enfrenta dificuldades para voltar a ser competitiva.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Compartilhar
Publicidade
Publicidade