0

Paulo Nobre liga para cruzeirense após boatos sobre Valdivia

13 abr 2015
13h36
  • separator
  • 0
  • comentários

Grande personagem da vitória do Palmeiras no último domingo, o meia Valdivia ainda não definiu a sua permanência no clube. Com contrato com o clube alviverde até agosto, o chileno gera interesses de outras equipes do Brasil. O Cruzeiro seria um dos interessados, mas a equipe alviverde nega que tenha ocorrido qualquer contato, tanto que o presidente Paulo Nobre chegou a ligar para Gilvan Pinho Tavares, mandatário cruzeirense, avisando que o Palmeiras ainda tem o interesse de renovar com o armador e não está disposto a liberá-lo antecipadamente.

<p>Valdivia disse que pode jogar em outro time brasileiro</p>
Valdivia disse que pode jogar em outro time brasileiro
Foto: Friedemann Vogel / Getty Images

Segundo o comando alviverde, não houve qualquer conversa dos mineiros sobre o interesse em Valdivia, mas mesmo assim Nobre ligou para a diretoria da equipe mineira para informar que o Palmeiras ainda não desistiu da renovação.

O presidente Paulo Nobre também confirmou a ligação, após a reunião que definiu as datas das semifinais do Campeonato Paulista, nesta segunda-feira. “Já disse e digo de novo, Valdivia é um dos melhores meias do futebol brasileiro”, comentou o dirigente.

Valdivia foi o grande personagem alviverde na partida contra o Botafogo-SP. O armador melhorou muito a criação palmeirense ao entrar no segundo tempo e deu início à jogada que resultou no gol de Leandro Pereira.

O chileno já chegou a falar que não jogaria em nenhum outro clube brasileiro, mas poderia repensar a sua posição caso notassem alguma “sacanagem” durante as negociações.

O Palmeiras não comenta oficialmente sobre qualquer chance de acordo, mas nega que já tenha se encontrado com o pai e empresário do jogador, para definir o contrato. A diretoria alviverde também negou que os valores oferecidos ao jogador foram de R$ 150 mil reais fixos por mês mais R$ 50 mil por partida disputada.

Fonte: EFuroni Conteúdo Editorial
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade