PUBLICIDADE

Paysandu vence o Cametá se aproxima do título do 1° turno

20 mar 2011 - 19h35
(atualizado às 22h29)

Se a cidade de Cametá, famosa pelo Carnaval que é considerado o melhor e maior da Região Norte, estava transbordando empolgação para a final do primeiro turno do Paraense, o Paysandu tratou de esfriar os ânimos dos locais. Mesmo atuando fora de casa, o Papão derrotou o Cametá por 2 a 1 e abriu vantagem. A equipe bicolor pode até perder por um gol de diferença em casa na próxima quarta-feira para se sagrar campeã.

A folia no Parque do Bacurau, o acanhado estádio para seis mil torcedores no qual o Cametá manda os seus jogos, começou a desandar logo aos três minutos, quando Mendes aproveitou passe de Billy para fazer 1 a 0. O time do interior partiu para cima e, atacando de forma desordenada, acabou levando o segundo gol, novamente com o carrasco Mendes. O atacante foi o destaque da tarde, já que Leandro Cearense, do Cametá, e Rafael Oliveira, do Paysandu, maiores artilheiros do Brasil em 2011, viveram jornada de pouca inspiração.

A um minuto do intervalo, Jailson escorou após grande jogada de Robinho e devolveu a esperança ao Cametá. Mas o mesmo Jailson se envolveu na maior polêmica da partida na segunda etapa. Escanteio cobrado e Jailson fez um gol que seria o do empate, mas o árbitro Clauber Miranda marcou falta.

"O juiz foi infeliz. Ele deu perigo de gol. Fizemos um bom jogo, atacamos muito, mas pagamos pelo início sonolento", avaliou Wilson, capitão do Cametá. Parece que desta vez a capital do Carnaval paraense viveu sua quarta-feira de cinzas.

Wesley disputa lance na virada do Atlético-MG. A equipe alvinegra venceu o Villa Nova por 2 a 1 em partida disputada na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas
Wesley disputa lance na virada do Atlético-MG. A equipe alvinegra venceu o Villa Nova por 2 a 1 em partida disputada na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas
Foto: Agência Lance
Fonte: Lancepress!
Publicidade