1 evento ao vivo

Campeonato Baiano

Pressão funcionou! Bahia renova acordo e volta à Fonte Nova

Felipe Oliveira / Getty Images
2 abr 2015
11h59
atualizado às 12h02
  • separator
  • comentários

A pressão exercida pela diretoria do Bahia sobre o consórcio que administra a Arena Fonte Nova surtiu efeito. Tanto é que, três dias depois de anunciar que voltaria a jogar no Estádio de Pituaçu, o clube conseguiu reformar o acordo e acertou para continuar mandando as suas partidas no palco que foi sede da Copa do Mundo de 2014.

Bahia, consórcio e governo se reuniram nesta quarta-feira e assinaram contrato de mais três anos para permanência na Fonte Nova. O clube comemorou o acerto via site oficial e explicou aos torcedores os detalhes do novo acordo. Ele conta com pontos que eram pretendidos pela diretoria tricolor nas primeiras negociações. Agora, por exemplo, o Bahia terá memorial, loja própria, sede administrativa, vestiário e banco de reservas fixos no estádio.

Técnico exalta investimentos para o Bahia voltar à Série A

“No novo modelo de contrato, haverá decisões compartilhadas entre clube e consórcio sobre o preço dos ingressos, operação das bilheterias e acesso ao estádio em dias de jogos com mando de campo do Bahia”, diz a nota. “Outra novidade é que, além da garantia mínima de R$ 6 milhões, o Bahia terá participação em receitas diretamente relacionadas aos jogos, como a própria bilheteria, mas também camarotes, lounge e catering (alimentos e bebidas). O percentual repassado ao clube pelo contrato de naming rights/official supplier também terá acréscimo”, acrescentou.

O primeiro contrato entre a Fonte Nova Negócios e Participações (FNP) e o Esporte Clube Bahia foi assinado no fim de 2012 e tinha duração até o dia 7 de abril de 2015. Há três dias, o Bahia alegou que a negociação por uma renovação não apresentava vantagens ao clube e à sua torcida e que, por isso, voltaria a mandar seus jogos em Pituaçu, palco utilizado quando a Fonte Nova passava pela reconstrução para ser sede da Copa do Mundo 2014.

Agora, contudo, a renovação com a Fonte Nova foi acertada, e o Bahia seguirá mandando os seus jogos no estádio que foi sede da Copa do Mundo. Confira aqui o texto publicado pelo site do Bahia.

Fonte: Terra

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade