0

Em ponto decisivo de sua carreira, Valentim garante: "Estou pronto"

18 out 2017
16h43
atualizado às 19h01
  • separator
  • 0
  • comentários

Alberto Valentim está no momento mais importante de sua carreira. O treinador interino do Palmeiras tem 10 jogos pelo Campeonato Brasileiro para convencer a diretoria alviverde de que poderá ser o comandante da equipe em 2018. Em entrevista coletiva nesta terça-feira, na Academia de Futebol, o membro da comissão técnica fixa do Verdão deixou claro que, independentemente da decisão tomada pela direção, se vê pronto para ser efetivamente um técnico na próxima temporada.

"Hoje é o momento mais importante da minha carreira, preciso agarrar essa oportunidade. Claro que também foi assim quando assumi o time por sete jogos após a saída do Gilson Kleina, assim como quando tive minha primeira oportunidade como treinador, no Red Bull. O presente sempre é muito importante. Não posso pensar no Grêmio se tem a Ponte Preta amanhã. Não posso pensar se vão me efetivar, se vão trazer o Mano Menezes, que é o nome mais falado, só posso pensar como será meu treino hoje. É o presente, não tem como fugir disso", disse Valentim, antes de deixar claro que está pronto para ser treinador do Alviverde.

"Entendam bem a minha resposta, se eu vou continuar como auxiliar ano que vem ou se vou ser treinador aqui ou em outra equipe só o tempo dirá. Agora, que eu estou pronto para ser treinador, eu não tenho sombra de dúvida. Digo isso com a mesma tranquilidade que tenho para falar que não estou me preocupando com o futuro, sobre onde vou ou qual função vou exercer. Estou pronto para ser treinador em qualquer lugar".

Alberto deu início à sua quinta passagem como treinador interino no Palmeiras. Na ocasião da saída Cuca, com o time campeão brasileiro após um jejum de 22 anos, na reta final de 2016, Valentim viveu a expectativa de ser efetivado como treinador do Verdão. No entanto, o clube optou pela contratação de Eduardo Baptista, que acabou demitido cinco meses depois. Mesmo assim, o agora técnico do clube disse que não ficou decepcionado na ocasião.

"Não fiquei frustrado da outra vez, e se ocorrer isso de novo, também não ficarei. Eu algumas vezes fui interino e já vive essa expectativa de quem chegará. Preciso mostrar meu trabalho ao Palmeiras, não para a diretoria me efetivar, mas para o clube alcançar a melhor classificação possível. Vou ter oportunidades como treinador, se Deus quiser, vão aparecer várias. Não me iludo com nada, sou realista. Nada vai me frustrar. Estou quebrando a cabeça para fazer coisas boas contra a Ponte. Não estou pensando nem na sexta, no Grêmio, que dirá no final deste período de 10 jogos. Só penso na Ponte Preta, não é frase feita, estou falando de verdade", finalizou.

Leia mais:

Inspirado no Napoli, Palmeiras de Valentim começa a tomar forma

Após vencer o Atlético-GO no último domingo, Alberto Valentim dará seu segundo passo para garantir sua permanência no Palmeiras nesta quinta-feira, quando o Verdão encara a Ponte Preta, às 20h (de Brasília), no Pacaembu. O Alviverde soma 47 pontos e é o quarto colocado do Campeonato Brasileiro.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade