1 evento ao vivo

São Paulo

Dorival lava mãos sobre Cueva: "está entregue à diretoria"

Newton Menezes / Futura Press
28 jan 2018
10h06
atualizado às 11h33
  • separator
  • 0
  • comentários

A situação de Christian Cueva no São Paulo se tornou uma incógnita. Em menos de um mês de temporada, o peruano já conseguiu causar muita polêmica ao se reapresentar com atraso, reclamar por ficar como opção no banco de reservas e externar interesse pelas propostas que chegaram. Nem mesmo o pedido de desculpas do camisa 10 fez com que o jogador fosse liberado para o clássico contra o Corinthians.

Após a derrota no Majestoso, Dorival Júnior foi questionado sobre o afastamento de Cueva e lavou as mãos, sem se alongar sobre o tema. "Essa situação está entregue à diretoria. Não é a comissão técnica. Um pouco diferente o quadro", explicou o comandante tricolor.

Em compensação, as iminentes chegadas de Nenê e Tréllez animam Dorival Júnior. O técnico deu a entender que as duas contratações não foram suas indicações e não estavam na sua lista de prioridades, porém, mesmo assim, Dorival fez questão de enaltecer o esforço da diretoria são-paulina para reforçar o elenco.

São dois grandes jogadores, todos sabem disso. Foram opções apresentadas pela diretoria, opções de mercado que acabaram acontecendo. Nós estávamos trabalhando outros nomes com outras funções, mas são jogadores que vêm para qualificar o grupo", comentou Dorival Júnior.

O anúncio oficial das duas contratações deve acontecer até essa segunda-feira. Nenê e Tréllez só precisam passar pelos tradicionais exames médicos e assinar a papelada. Por outro lado, fica a dúvida sobre o futuro de Cueva no clube. Quarta-feira o Tricolor encara o Madureira pela estreia na Copa do Brasil em jogo único. Se ficar de fora da lista de relacionados mais uma vez, os rumores sobre uma transferência do peruano devem ganhar volume.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade