0

Cuiabá sofre, mas garante inédita na decisão da Copa Verde

16 abr 2015
23h32
atualizado em 17/4/2015 às 00h50
  • separator
  • 0
  • comentários

O Cuiabá sofreu, mas está na decisão da segunda edição da Copa Verde. Atuando na Arena Pantanal, o Dourado mediu forças com o Luverdense, na condição de mandante, e segurou um empate sem gols, em duelo eletrizante. Como triunfou na ida, em Lucas do Rio Verde, por 1 a 0, a equipe da capital mato-grossense agora aguarda Paysandu ou Remo na final.

O primeiro compromisso entre os rivais de Belém teve vitória do Papão da Curuzu, por 2 a 0, com gols de Yago Pikachu e Bruno Veiga. A volta está programada para sábado, às 16 horas (de Brasília), no Mangueirão.

O jogo - Com um público decepcionante em um dos palcos do Mundial de 2014 - apenas cinco mil ingressos foram colocados à venda -, o Cuiabá procurou não jogar com o regulamento em mãos e criou a primeira chance da segunda semifinal, logo no sexto minuto. Felipe Blau cobrou falta com precisão e carimbou o travessão de Thomazella.

A primeira boa oportunidade do Luverdense veio apenas com 37 jogados: Rafael Tavares cobrou escanteio na medida para Luiz Otávio, contudo, viu o defensor encobrir o travessão de Willian Alves em seu firme cabeceio. Coube ao Dourado ainda outra boa chegada no tempo inaugural, quando o relógio apontou a marca dos 44. Nino Guerreiro aproveitou cruzamento açucarado de Felipe Blau e testou fraco, facilitando o trabalho de Thomazella.

Aos 27 minutos do segundo tempo, o Verdão do Norte viu sua tarefa ser dificultada, após a expulsão do experiente volante Ticão. Porém, nos acréscimos, a formação dirigida por Junior Rocha quase marcou o gol que precisava. Alípio, com passagem pelo Real Madrid B, cobrou falta com capricho e carimbou a trave de Willian Alves. Passado o susto, o surpreendente Cuiabá comemorou a classificação inédita.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade