PUBLICIDADE

Barsetti: Brasil terá Suíça e Sérvia, que superaram Itália e Portugal

Seleção enfrentará ainda Camarões na fase de grupos da Copa do Mundo

1 abr 2022 14h59
| atualizado às 18h15
ver comentários
Publicidade
Cafu no sorteio da Copa do Mundo
Cafu no sorteio da Copa do Mundo
Foto: Reuters/Kai Pfaffenbach

O Brasil fugiu de Alemanha e Holanda, de Polônia e Dinamarca, e de Senegal no sorteio dos grupos da Copa do Mundo do Catar. Isso, teoricamente, foi bom. Mas vai enfrentar dois europeus que ficaram em primeiro lugar em suas respectivas chaves nas eliminatórias europeias: Suíça e Sérvia.

A Suíça desbancou a Itália, empurrando-a para a repescagem, na qual a Azurra acabou eliminada pela Macedônia do Norte. A Sérvia fez o mesmo com Portugal, que só conseguiu se classificar para o Mundial derrotando Turquia e a própria Macedônia nos play-offs.

No retrospecto em fases de grupo contra os três adversários conhecidos nesta sexta, o Brasil enfrentou a Suíça duas vezes, com dois empates: em 1950 (2 a 2) e em 2018 (1 a 1). Deparou-se com a Sérvia também em 2018, com vitória por 2 a 0.

Já Camarões surge como freguês nessa fase inicial. Pois em duas oportunidades, a Seleção brasileira venceu com facilidade o time africano: 3 a 0, em 1994, e 4 a 1, em 2014.

Apesar de ser o favorito no Grupo G, o Brasil não deve ter vida fácil no início do Mundial. De todo modo, o cenário é bem melhor que se tivesse de cruzar logo de cara com Alemanha, Holanda, etc.

Houve uma boa distribuição de forças no sorteio realizado no Catar e não há um grupo que possa classicamente ser chamado de grupo da morte.

No Grupo A, Holanda e Senegal devem deixar para trás Catar e Equador. No B, a Inglaterra sobra diante de EUA, Irã e o classificado que vier dos play-offs da Europa (Gales, Escócia ou Ucrânia). 

Argentina e Polônia dificilmente vão perder a vaga no C, que tem também México e Arábia Saudita. No D, França e Dinamarca parecem absolutas e têm tudo para eliminar Tunísia e a seleção que vier de outros play-offs (Austrália, Emirados Árabes ou Peru).

No Grupo E, Espanha e Alemanha devem travar a disputa pelo primeiro lugar, com Japão praticamente sem chance, e Costa Rica ou Nova Zelândia, que ainda lutam para ir ao Mundial, na condição de figurante. O Grupo F traz Bélgica e Croácia como favoritos, com o Canadá pintando como lanterninha e Marrocos tentando fazer frente aos croatas.

Por fim, no Grupo H, Portugal, Uruguai, Gana e Coréia do Sul sugerem mais equilíbrio, mas é inegável que os times de Cristiano Ronaldo e Luiz Soares são os mais cotados para avançar até as quartas de final.

Papo de Arena Todo o conteúdo (textos, ilustrações, áudios, fotos, gráficos, arquivos etc.) deste blog é de responsabilidade do blogueiro que o assina. A responsabilidade por todos os conteúdos aqui publicados, bem como pela obtenção de todas as autorizações e licenças necessárias, é exclusiva do blogueiro. 
Publicidade
Publicidade