PUBLICIDADE

Nobel da Paz pede herança da Copa em favor dos pobres

12 jul 2010 13h05
| atualizado às 14h17
Publicidade

A África do Sul, que se "cobriu de glória" durante a Copa do Mundo de 2010, deve aproveitar a partir de agora os benefícios do torneio para melhorar a situação dos mais pobres, afirmou nesta segunda-feira o Prêmio Nobel da Paz Desmond Tutu.

Desmond Tutu quer usar herança da Copa em prol dos pobres
Desmond Tutu quer usar herança da Copa em prol dos pobres
Foto: AP

"Surpreendemos a nós mesmos, também o restante do mundo, com nosso caráter acolhedor e nossa eficácia", ressaltou o ex-arcebispo anglicano da Cidade do Cabo em um comunicado.

"Alguns dirão que foi uma loucura gastar tanto dinheiro em estádios e sistemas de transporte, quando precisávamos de tantas casas, escolas e hospitais. Mas as pessoas não vivem só de pão. Tiveram a sensação de que podiam tocar as estrelas, e isso não tem preço", completou.

"O desafio a partir de agora é fazer com que as infraestruturas construídas para a ocasião, sobretudo nos transportes, beneficiem todos os sul-africanos, principalmente os mais pobres", disse ainda Tutu.

O conhecido religioso e símbolo da luta contra o Apartheid pediu a construção de casas, salas de aula e clínicas como nunca antes até agora, já que o país mostrou que é capaz de levar grandes projetos adiante.

Dezesseis anos depois do fim do Apartheid, mais de 40% da população sul-africana vive com menos de dois dólares por dia e os serviços públicos são precários nos bairros mais pobres.

A África do Sul organizou o Mundial sem grandes problemas, afastando com qualquer dúvida sobre sua capacidade para sediar um evento dessa amplitude.

AFP Todos os direitos de reprodução e representação reservados. 
Publicidade