PUBLICIDADE
URGENTE
Saiba como doar qualquer valor para o PIX oficial do Rio Grande do Sul

Copa do Catar

Holanda e Equador brigam pela liderança do Grupo A de olho em vaga antecipada às oitavas de final

Duelo entre europeus e sul-americanos pode definir o primeiro classificado para a próxima fase do Mundial

25 nov 2022 - 05h10
(atualizado às 07h53)
Compartilhar
Exibir comentários
Jogadores da Holanda comemoram gol sobre o Senegal
Jogadores da Holanda comemoram gol sobre o Senegal
Foto: Molly Darlington/Reuters

Holanda e Equador abriram a Copa do Mundo com vitórias idênticas pelo Grupo A e se encaram com o pensamento de encaminhar ou mesmo antecipar a classificação para as oitavas de finais do Mundial do Catar. Nesta sexta-feira, às 13h, as seleções se enfrentam no estádio Internacional Khalifa, em Doha, no Catar. Retornando ao Mundial após ficar de fora da Rússia, em 2018, os holandeses são os favoritos, enquanto os equatorianos querem repetir o feito de 2006, onde com duas vitórias seguidas conquistaram a vaga nas oitavas.

Veja a agenda dos jogos da Copa do Mundo 2022 e acompanhe os resultados e a classificação dos times

O vencedor, além do topo da chave, pode carimbar vaga antecipada ao mata-mata caso haja empate entre Catar x Senegal. A vaga ainda virá aos europeus caso os africanos também ganhem. Já para os sul-americanos quem teria de triunfar seriam os anfitriões.

Na estreia, a nova geração holandesa não fez um bom jogo contra o Senegal, mas venceu por 2 a 0 com gols no fim. Já o Equador superou os anfitriões na partida de abertura da Copa, construindo o placar diante do Catar já no primeiro tempo, com dois gols de Enner Valencia. As seleções dividem a liderança do Grupo A, com três pontos cada. Será a primeira vez que se enfrentam em uma Copa do Mundo.

Após o vice-campeonato em 2010, a geração de Van Persie, Robben e Sneijder já se aposentou. Com um novo ciclo de jogadores, a Holanda acabou ficando de fora da Copa de 2018, na Rússia, retornando agora com um time mais jovem e com estrelas, como os zagueiros Van Dijk, do Liverpool, e De Ligt, do Bayern de Munique, o meia De Jong, e o atacante Memphis Depay, ambos do Barcelona.

Em 2006, o Equador conseguiu duas vitórias seguidas, contra Polônia e Costa Rica, nas duas primeiras rodadas, e encaminhou sua classificação para as oitavas de final. Na época, a seleção sul-americana também caiu no Grupo A, junto com a anfitriã Alemanha. Foi seu melhor desempenho em copas, ao cair logo depois diante da Inglaterra no mata-mata.

Para o confronto, o técnico Louis Van Gaal tem a mesma dúvida da estreia. Retornando de lesão, o atacante Memphis Depay não começou entre os titulares, entrando apenas no segundo tempo, onde atuou por pouco mais de 30 minutos. O jogador já está apto para a partida, mas caso queira preservar seu artilheiro, visando as oitavas, o treinador deve manter Janssen no ataque.

Outro fato que chamou a atenção foi a estreia do goleiro Noppert, que saiu da reserva à titular a dois dias do mundial. Após boa estreia, deve continuar no time titular de Van Gaal. "Eu fiquei sabendo há dois dias. Ele (Van Gaal) me chamou e disse que confiava em mim. Isso é o mais importante", disse o goleiro.

Principal jogador do Equador e estrela da abertura, o atacante Enner Valencia virou dúvida para o duelo. O atacante sofreu uma pancada no joelho contra o Catar e sua presença dependerá de uma avaliação médica antes da partida. Caso seja vetado, o técnico Gustavo Alfaro deve optar pela entrada de Sarmiento no meio campo, deixando Michael Estrada como único atacante.

Alfaro projetou o duelo contra a Holanda e disse que o Equador tem tudo a ganhar: "O jogo contra a Holanda nos coloca em uma posição onde temos tudo a ganhar e nada a perder. Vê-se o que vem pela frente. Mas estou muito confiante com o que minha equipe tem mostrado", ressaltou o treinador.

FICHA TÉCNICA

HOLANDA X EQUADOR

HOLANDA - Noppert; De Ligt, Van Dijk e Ake; Dumfries, De Jong, Berghuis e Blind; Gakpo,Janssen (Depay) e Bergwijn. Técnico: Louis Van Gaal.

EQUADOR - Galindez; Preciado, Torres, Hincapie e Estupinan; Caicedo, Mendez, Plata e Ibarra; Estrada e Valencia (Sarmiento). Técnico: Gustavo Alfaro.

ÁRBITRO - Mustapha Ghorbal (Argélia).

HORÁRIO - 13h.

LOCAL - Estádio Internacional Khalifa, em Doha (Catar).

Estadão
Compartilhar
Publicidade
Publicidade