PUBLICIDADE

Fim de jejum! Bolívia vence Peru com um a menos

Peruanos, com ausência de Guerrero, não conseguiram ainda embalar na competição

10 out 2021 19h45
| atualizado às 20h07
ver comentários
Publicidade

Com um a menos em campo, a Bolívia conseguiu dominar e quebrou um tabu neste domingo, 10. Diante do Peru, conquistou uma vitória, em partida válida pela 12ª rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022. Ramiro Vaca garantiu o triunfo dos bolivianos.

Jogo pegado

Os primeiros minutos já foram de bastante intensidade. Venezuela quem tomou as primeiras iniciativas da partida. Jogando fora de casa, os mandantes focaram as suas ações pelo lado direito do ataque. Dessa forma, teve boas participações de Bello e Machís.

Quase o primeiro!

A primeira chegada partiu dos mandantes. Em jogo bastante truncado, aos 17, Machís cobrou na segunda trave, mas a defesa afastou. Com isso, a bola sobrou para Bello. O meia-atacante chutou de fora da área, com perigo. Ramírez espalmou para escanteio. Na sequência, Ferraresi tentou.

Uhhhh!

Os anfitriões seguiram em alta pressão. Aos 30, Peñaranda deu linda bola para Machís, que apareceu livre. O meia-atacante entrou na área pela esquerda e finalizou. No entanto, a bola bateu na rede pelo lado de fora.

Chance de ouro!

Os visitantes tiveram uma oportunidade única de resposta. Aos 31, a Bola ficou viva na área da Venezuela e sobrou para Preciado. Livre, de frente para o goleiro, o lateral finalizou para fora, perdendo chance.

Pênalti e gol

Após a chance perdida, o Equador teve mais uma oportunidade de abrir. Aos 34, o árbitro marcou pênalti depois de Plata sofrer falta na área. Na cobrança, Valencia mandou no canto esquerdo do goleiro venezuelano, que até acertou o canto, mas não conseguiu evitar.

Tudo igual

Não ficando para trás, a Venezuela conseguiu o empate logo na sequência. Aos 45, Herández encontrou Bello na linha de fundo pela direita. Dessa maneira, o meia-atacante cruzou rasteiro e achou Machís, livre na pequena área, para completar e empatar para a Venezuela.

Foto: AFP
Foto: AFP
Foto: Lance!

Anulou!

Aos 49, mais um gol. Em bola levantada no segundo pau, Félix Torres ajeitou de cabeça para Caicedo. O atacante recebeu e mandou para o fundos das redes. No entanto, o auxiliar marcou o impedimento.

Morno

O jogo voltou morno para a segunda etapa. Com as duas equipes procurando os erros do adversário para avançar, os primeiros 15 minutos do duelo retornaram com bastante tranquilidade.

De virada

Tudo mudou aos 18, quando a Venezuela conseguiu o tento da virada. Na jogada, Bello cobrou uma falta, mesmo de longe, para o gol. Assim, o meia venceu Ramírez, que falhou e apenas encostou na bola antes de ela morrer no fundo das redes.

Milagre

Os venezuelanos continuaram a atacar e buscaram, a todo momento, ampliar o placar. Aos 20, porém, pararam no goleiro do Equador. Na jogada, Mena recebeu em boa condição, frente à frente com Fariñez. O meia chutou apenas para defesa do venezuelano. Logo depois, a seleção apareceu com Hernandez, que cruzou na área para Eric Ramírez subir mais que todo mundo para cabecear, mas acabou acertando o travessão.

Na trave

A pressão dos donos da casa seguiu. Aos 29, foi a vez de Arboleda tentar. Estupiñán cobrou no segundo pau, e o zagueiro cabeceou no contrapé do goleiro. A bola passou por todo mundo na área, mas parou na trave direita de Fariñez. Sem outros lances de perigo, o duelo terminou no 2 a 1.

 

Lance!
Publicidade
Publicidade