3 eventos ao vivo

Rússia acelera renovação de Capello após se classificar para Copa

16 out 2013
10h44
atualizado às 13h50
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

A Rússia quer acelerar a renovação do italiano Fabio Capello como técnico da seleção após conseguir na terça-feira a classificação direta para a Copa do Mundo do Brasil ao terminar as Eliminatórias Europeias na primeira posição do Grupo F, afirmou Vitali Mutko, ministro dos Esportes russo.

"Sei que as condições do novo contrato estão praticamente estipuladas. Considero que ele cumpriu amplamente com suas obrigações", afirmou Mutko, citado pela imprensa local.

O ministro elogiou o técnico italiano por dedicar muito tempo ao desenvolvimento do futebol russo e, em particular, por injetar sangue novo no combinado nacional.

Por sua vez, o presidente da União de Futebol da Rússia, Nikolai Tolstykh, afirmou que as negociações para a renovação de Capello estão em andamento.

"Dissemos em várias ocasiões que Capello é um especialista do mais alto nível, enquanto ele manifestou que gosta de trabalha na Rússia, que as condições para exercer o trabalho são boas", disse.

Capello, que expressou seu interesse em treinar a seleção deste país até o Mundial que a Rússia irá organizar em 2018, afirmou que não falaria de sua renovação até ter classificado o time nacional.

A Rússia conquistou ontem a noite a classificação para a Copa ao empatar com o Azerbaijão (1 a 1).

A Rússia terminou a fase de classificação como líder do Grupo F, na frente de Portugal, com 22 pontos, após 7 vitórias, um empate e duas derrotas, 20 gols a favor e só 5 contra.

Capello, técnico russo há pouco mais de um ano, cumpriu com o prometido e, de quebra, passou por cima da decepção após ser demitido como técnico da Inglaterra antes da disputa da Eurocopa.

Há um ano, Capello herdou uma equipe deprimida e sem norte, já que a seleção treinada pelo holandês Dick Advocaat se classificou sem dificuldades para a Eurocopa, ganhou a primeira partida por goleada, mas foi incapaz de superar a primeira fase.

Veja também:

15 anos de história: Relembre os melhores momentos de Rossi e Yamaha
EFE   
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade