2 eventos ao vivo

De "cão de guarda" a golaço, Fernandinho faz Felipão sorrir

5 mar 2014
16h02
atualizado às 17h01
  • separator
  • 0
  • comentários

O jogo contra a África do Sul serviu basicamente para Luiz Felipe Scolari observar o lateral direito Rafinha e o volante Fernandinho, visando preencher as últimas lacunas antes da convocação para a Copa do Mundo de 2014. E a atuação do meio-campista do Manchester City na goleada brasileira por 5 a 0 fez o treinador abrir o sorriso no Soccer City, em Johannesburgo.

<p>Fernandinho acertou lindo chute de longe para fazer o quarto gol</p>
Fernandinho acertou lindo chute de longe para fazer o quarto gol
Foto: Mowa Press

Ao fazer o quarto gol brasileiro em um lindo chute da intermediária, no ângulo de Williams, Fernandinho premiou uma noite em que cumpriu com louvor as determinações táticas e deixou Felipão visivelmente empolgado com a performance.

O volante brasileiro foi testado em funções diferente no primeiro e segundo tempo. Começou o jogo no lugar de Luiz Gustavo, mais preso na marcação, resguardando a defesa brasileira. Sem deixar de ser técnico, foi opção de passe constante para os zagueiros e quase não passou do meio-campo. Ou seja, cumpriu o desejado.

<p>Fernandinho ganhou fôlego na briga por uma das 23 vagas na Copa</p>
Fernandinho ganhou fôlego na briga por uma das 23 vagas na Copa
Foto: Jefferson Bernardes / Vipcomm

Com o jogo definido e diante de uma seleção extremamente frágil, o técnico aproveitou para no intervalo colocar Luiz Gustavo no lugar de Paulinho e dar mais liberdade a Fernandinho. Mais uma vez o volante correspondeu, aparecendo bem nas tramas ofensivas e fazendo aquilo que Felipão gosta: chutar a gol quando tiver espaço.

A boa atuação faz de Fernandinho um nome forte para ocupar a posição de volante reserva na Copa do Mundo. Lucas Leiva é quem corre mais perigo de ficar fora. Mas se continuar neste nível de futebol, assim como tem feito no Manchester City, Fernandinho pode conseguir até mais.

Mais discreto, Rafinha também segue na briga por uma vaga na Seleção. A entrada de Daniel Alves na lateral esquerda durante o segundo tempo no lugar de Marcelo abre uma brecha para Felipão deixar de fora Maxwell da lista e completar os reservas com Rafinha e Maicon. As dúvidas serão apenas tiradas no dia 7 de maio, dia da convocação.

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade