1 evento ao vivo

São Paulo joga mal e é derrotado pelo Cruzeiro no Mineirão

16 out 2019
22h55
atualizado às 23h10
  • separator
  • 0
  • comentários

O São Paulo sofreu sua primeira derrota sob o comando de Fernando Diniz. Nesta quarta-feira, o Tricolor visitou o Cruzeiro, no Mineirão, em partida válida pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro, e acabou saindo de campo com o revés por 1 a 0, graças ao gol de Thiago Neves, no início do segundo tempo.

Thiago Neves marcou o gol da vitória cruzeirense.
Thiago Neves marcou o gol da vitória cruzeirense.
Foto: Fábio Barros / Agência F8 / Estadão

Com o resultado, o São Paulo perdeu a oportunidade de retomar um posto no G4 do Campeonato Brasileiro, grupo que garante vaga direta à fase de grupos da Copa Libertadores de 2020. O Cruzeiro, por sua vez, se mantém na zona de rebaixamento, mas agora diminuiu a distância para o CSA para apenas um ponto.

O Tricolor tentará recuperar o prejuízo já no próximo domingo, quando recebe o Avaí, às 16h (de Brasília), no Morumbi. Já o Cruzeiro visita o Corinthians, em Itaquera, sábado, às 19h.

O jogo

O Cruzeiro foi para cima do São Paulo desde o primeiro minuto de partida, mas teve dificuldades para criar boas jogadas. Aos poucos, o Tricolor tomou as rédeas da partida e passou a maior parte do tempo com a bola nos pés, mas também não revertia essa maior posse em chances de gol. Para se ter uma ideia, a primeira oportunidade considerável do jogo aconteceu aos 26 minutos, quando Egídio experimentou de muito longe, mandando por cima do gol.

Apesar de cometer muitos erros de passe e domínio, o São Paulo se manteve fiel ao estilo de Fernando Diniz, mas quase saiu atrás no placar aos 32 minutos graças à lealdade exacerbada às ideias de jogo de seu treinador. Aproveitando o vacilo da zaga tricolor na saída de bola, os donos da casa recuperaram a posse já no campo de ataque, mas Thiago Neves, dentro da área, demorou demais para finalizar, facilitando o trabalho dos marcadores, que fizeram o desarme.

A dificuldade do São Paulo era tamanha, que o time foi dar seu primeiro chute a gol somente aos 35 minutos, quando Tchê Tchê arriscou de longe e mandou à esquerda da meta adversária. Dez minutos depois, entretanto, Alexandre Pato teve a melhor chance do primeiro tempo, saindo cara a cara com Fabio após limpar a marcação, mas chutou em cima do goleiro adversário.

Segundo tempo

Com Vitor Bueno na vaga de Juanfran e, consequentemente, Daniel Alves assumindo a lateral direita, o São Paulo voltou para o segundo tempo dando a entender que algo dentro de campo iria mudar, porém, o que se viu foi o mesmo roteiro da etapa inicial e logo aos dois minutos o Cruzeiro por muito pouco não abriu o placar. Tiago Volpi errou lançamento e deu de presente o contra-ataque para o time adversário, que acionou Thiago Neves dentro da área, mas o camisa 10 viu o goleiro tricolor se redimir com uma grande defesa.

Com mais intensidade, o Cruzeiro seguiu ameaçando o São Paulo com Thiago Neves. Aos nove minutos, o camisa 10 recebeu outro bom passe em profundidade, dentro da área, mas Arboleda, de carrinho, apareceu na hora "h" para travar o arremate. Se não deu para a Raposa aos nove, melhor aos 13, quando novamente Thiago Neves apareceu dentro da área e desta vez cabeceou certeiro no contrapé de Tiago Volpi e, enfim, abriu o placar para os donos da casa.

Tentando ao menos empatar o jogo, Fernando Diniz acionou Liziero na vaga de Luan, mas o São Paulo não mudou drasticamente. As trocas de passes aconteciam, mas a ineficiência continuava imperando. Apenas nos acréscimos, mais precisamente aos 47 minutos, o Tricolor conseguiu, de fato, assustar o goleiro Fábio. Reinaldo recebeu na entrada da área e bateu de chapa, tirando tinta da trave direita do Cruzeiro.

FICHA TÉCNICA

CRUZEIRO 1 X 0 SÃO PAULO

Local: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)

Data: 16 de outubro de 2019, quarta-feira

Horário: 21h (de Brasília)

Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (Fifa-GO)

Assistentes: Fabrício Vilarinho da Silva (Fifa-GO) e Bruno Raphael Pires (Fifa-GO)

VAR: Elmo Alves Resende Cunha (GO)

Gol: Thiago Neves, aos 13 do 2ºT (Cruzeiro)

Cartões amarelos: Reinaldo (São Paulo); David, Fred (Cruzeiro)

CRUZEIRO: Fábio; Edilson, Dedé, Fabrício Bruno e Egídio; Henrique, Éderson (Jadson), Robinho (Marquinhos Gabriel), Thiago Neves e David (Ariel Cabral); Fred

Técnico: Abel Braga

SÃO PAULO: Tiago Volpi; Juanfran (Vitor Bueno), Bruno Alves, Arboleda e Reinaldo; Luan (Liziero); Antony, Daniel Alves, Hernanes (Igor Gomes) e Tchê Tchê; Pato

Técnico: Fernando Diniz

Veja também:

 

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade