1 evento ao vivo

Arrascaeta diz que convidará Cavani para jogar no Flamengo

Nome do centroavante passou a ser comentado em diferentes clubes do Brasil

13 abr 2020
23h16
atualizado em 14/4/2020 às 09h33
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Em período de férias antecipadas e forçadas no futebol brasileiro em função da pandemia do coronavírus, o nome de Edinson Cavani passou a ser comentado em diferentes clubes do País, pois seu contrato com o Paris Saint-Germain se encerra ao fim da temporada 2019/2020. Além disso, o centroavante possui vários amigos uruguaios em clubes nacionais, o que aumenta o "lobby" pela sua contratação, ainda que muitas declarações sobre essa possibilidade sejam em tom de brincadeira.

O uruguaio Arrascaeta, do Flamengo, quer trazer o compatriota Cavani para o futebol brasileiro
O uruguaio Arrascaeta, do Flamengo, quer trazer o compatriota Cavani para o futebol brasileiro
Foto: Andre Melo Andrade/MyPhoto Press / Gazeta Press

Não é diferente no Flamengo, que conta em seu elenco com Arrascaeta. Em um programa de entrevistas da FlaTV, o canal de vídeos no YouTube do clube, o meia comentou sobre sua relação com compatriotas que são estrelas internacionais, incluindo Luis Suárez, e afirmou que iria se comunicar com Cavani, pedindo para ele se transferir ao Flamengo.

"A gente brinca. Eles ainda estão no auge na Europa. Mas quem sabe não jogariam no Mengão? O Cavani está finalizando o contrato, vou mandar uma mensagem para ele. Com certeza conseguimos atingir um patamar de jogadores muito qualificados", declarou Arrascaeta.

Recentemente, ao diário esportivo italiano Tuttosport, o empresário de Cavani declarou que havia recebido sondagens de clubes sul-americanos e citou Boca Juniors, Flamengo, Internacional e Palmeiras. Nos últimos dias, o uruguaio Diego Lugano, superintendente de relações institucionais do São Paulo, declarou que seria mais fácil o centroavante se transferir ao clube do Morumbi do que ao atual campeão argentino. E o técnico Fernando Diniz declarou que aprovaria a contratação.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade