PUBLICIDADE

Futebol Americano

Morre OJ Simpson, ex-jogador de futebol americano que tinha vida cercada de polêmicas

Segundo o anúncio feito pela família, a morte aconteceu na quarta-feira (10) em decorrência de um câncer.

11 abr 2024 - 13h26
(atualizado às 14h45)
Compartilhar
Exibir comentários

Morreu aos 76 anos o ex-jogador de futebol americano OJ Simpson. Segundo o anúncio feito pela família, a morte aconteceu na quarta-feira (10) em decorrência de um câncer.

Orenthal James Simpson começou a carreira como corredor no college, inclusive ganhou o Troféu Heisman, melhor jogador da temporada do futebol americano universitário e depois construiu a carreira na National Football League (NFL) no Buffalo Bills e São Francisco 49ers.

Entre diversos prêmios e reconhecimentos, ele foi o MVP (jogador mais valioso) da liga em 1973 e foi escolhido cinco vezes para o time All-Pro (uma espécie de seleção da temporada). Quando se aposentou era o segundo jogador com mais jardas corridas com 11.236. Ele também foi escolhido para o Hall da Fama da NFL em 1985.

Antes de começar a jogar profissionalmente, OJ Simpson começou na carreira de ator aparecendo no primeiro episódio de Medical Center e antes de se aposentar fez participações em séries e filmes. Após deixar os campos ele se dedicou mais a carreira de ator, sendo considerado até para o papel do Exterminador do Futuro e estrelando diversos sucessos de bilheteria como "Corra que a Polícia Vem Aí".

Só que a vida dele mudou em 1994, quando foi acusado de matar sua ex-mulher, Nicole Brown, e o amigo dela, Ronald Goldman. Eles foram encontrados mortos a facadas na casa dela. OJ Simpson era o maior suspeito, e foi preso após uma perseguição midiática. A tentativa de fuga foi transmitida para aproximadamente 95 milhões de pessoas na TV americana.

Foi um julgamento midiático que acabou com um veredito favorável a ele após uma luva ser encontrada no local do crime e não caber na mão do ex-corredor da NFL. A polícia não encontrou novos culpados para os assassinatos e os homicídios nunca foram resolvidos.

Outros processos surgiram contra OJ Simpson, em 1997 ele foi condenado a pagar US$33,5 milhões em danos à família de Ronald Goldman em um processo na Justiça cível. Em 2007, ele foi preso por assalta a mão armada a um hotel, ele foi condenado a nove anos de prisão em regime fechado. Ele saiu em liberdade condicional em 2017 e terminou de cumprir a pena em 2021.

Esporte News Mundo
Compartilhar
Publicidade
Publicidade