2 eventos ao vivo
Logo do Seleção Francesa
Foto: terra

Seleção Francesa

Quartas: veja o retrospecto histórico das sobreviventes

Das oito seleções, Brasil tem o melhor retrospecto e a Inglaterra é a mais eliminada nesta fase da competição

4 jul 2018
17h27
atualizado em 6/7/2018 às 11h56
  • separator
  • 0
  • comentários

Brasil, França, Uruguai e Suécia são as seleções com melhor desempenho em quartas de final entre as sobreviventes da Copa. Das oito equipes que lutam pelo título na Rússia, quem mais disputou essa fase da competição foi a Seleção Brasileira. Em doze tentativas de chegar às semifinais, o Brasil comemorou oito vezes a classificação. Com o mesmo aproveitamento, a França avançou quatro vezes em seis. Uruguai e Suécia possuem performance ainda melhor: tiveram sucesso em três das quatro oportunidades que tiveram.

Brasil eliminou a Inglaterra nas quartas da Copa de 2002, com golaço de Ronaldinho Gaúcho de falta
Brasil eliminou a Inglaterra nas quartas da Copa de 2002, com golaço de Ronaldinho Gaúcho de falta
Foto: Stu Forster/ Laurence Griffiths / Getty Images

A Croácia também merece menção honrosa, pois na única vez em que disputou as quartas, em 1998, passou pela tetracampeã Alemanha, com um arrasador 3 a 0. E isto logo em sua primeira participação em Copas. A Iugoslávia, país dividido do qual a Croácia fez parte até 1991, teve quatro chances nesta fase e foi eliminada três vezes.

Adversária do Brasil na próxima sexta-feira, a Bélgica fará o tira-teima das quartas nesta edição, já que em duas oportunidades ganhou uma e perdeu a outra. Já a anfitriã Rússia ainda não havia chegado às quartas da Copa desde o fim da União Soviética (URSS). Durante o regime comunista, a seleção passou uma vez nas três chances que teve em mundiais.

Quem definitivamente não têm boas lembranças das quartas de final é a Inglaterra. Com o pior retrospecto das oito, a campeã de 1966 deu adeus à Copa seis vezes nesta etapa do torneio, só avançando em duas oportunidades.

Foto: Arte/ Equipe Terra / Terra

O levantamento do Terra considerou 15 das 20 Copas disputadas até 2014, já que os Mundiais de 1930, 1950, 1974, 1978 e 1982 não tiveram confrontos de quartas de final. Nesses anos, as seleções saíam de uma fase de grupos direto para as semifinais ou até para a final.

No ano de 1982, por exemplo, na eliminação brasileira no jogo conhecido como “A Tragédia do Sarriá”, a Seleção disputava a vaga nas semis com Itália e Argentina. Depois de derrotar os “hermanos” por 3 a 1, o Brasil perdeu por 3 a 2 para os italianos, que haviam vencido o time de Maradona por 2 a 1 e acabaram campeões mais adiante.

Uruguai x França

Sexta-feira (6 de julho), às 11h - Estádio de Nizhny Novgorod

Este é o único duelo em que as duas seleções têm bom desempenho nas quartas. O Uruguai só foi eliminado nesta etapa da Copa em 1966, quando perdeu para a Alemanha Ocidental por 4 a 0. Em 1954, 1970 e 2010, deixou pelo caminho a Inglaterra, a União Soviética e Gana. A Celeste foi bicampeã em 1930 e 1950, em dois dos cinco Mundiais sem quartas de final.

Nas quatro Copas em que passaram desta fase, os franceses foram algozes do Brasil em três, vencendo a Seleção exatamente nas quartas em 1986 e em 2006 e na final de 1998, quando foram campeões em casa com aquele 3 a 0.

Como em 2018 o Brasil só pode enfrentar a França nas semifinais, vale lembrar que em 1958, o outro Mundial em que eles passaram das quartas, quem os tirou da Copa na fase seguinte foi a equipe de Pelé e Garrincha, campeã daquele ano. Nas vezes em que ficaram para trás, em 1938 e 2014, perderam para a Itália e a Alemanha, respectivamente.

Zinedine Zidane em ação contra o Brasil na Copa de 2006
Zinedine Zidane em ação contra o Brasil na Copa de 2006
Foto: Michael Steele / Getty Images

Brasil x Bélgica

Sexta-feira (6 de julho), às 15h - Arena Kazan

Nas oito Copas em que passou das quartas, a Seleção Brasileira chegou à final em seis, sendo campeã em 1958, 1962, 1970, 1994 e 2002. Em 1938 e em 2014, caiu nas semis para a Itália por 2 a 1 e para a Alemanha no fatídico 7 a 1. Nos anos de 1954, 1986, 2006 e 2010, o Brasil amargou a eliminação para a Hungria, duas vezes para a França e para a Holanda.

Já a Bélgica fez sua melhor Copa em 1986, quando terminaram na 4ª colocação. A seleção passou pela Espanha nos pênaltis após o 1 a 1 com a bola rolando, nas quartas, e foi eliminada pela Argentina nas semis. Em 2014, no Brasil, os “hermanos” foram novamente os algozes dos belgas, desta vez nas próprias quartas de final. Agora, contra o Brasil, a badalada “geração belga” tem nova oportunidade de mostrar seu valor e tentar igualar o feito de 1986.

Cafu e Ronaldinho Gaúcho comemoram durante a vitória brasileira sobre a Inglaterra nas quartas de 2002
Cafu e Ronaldinho Gaúcho comemoram durante a vitória brasileira sobre a Inglaterra nas quartas de 2002
Foto: Ross Kinnaird / Getty Images

Suécia e Inglaterra

Sábado (7 de julho), às 11h - Samara

Muitos podem até colocar a Inglaterra como favorita neste confronto, mas as estatísticas apontam para o outro lado. Eliminada nesta fase somente em 1934 pela Alemanha, a Suécia mandou para casa Cuba (1938), União Soviética (1958) e Romênia (1994).

Os ingleses, por outro lado, sofreram decepções em 1954, 1962, 1970, 1986, 2002 e 2006 para Uruguai, Brasil, Alemanha Ocidental, Argentina, Brasil novamente e Portugal. Em 1966 e em 1990, venceram a Argentina e Camarões nas quartas.

Ingleses lamentam eliminação nas quartas para Portugal em 2006
Ingleses lamentam eliminação nas quartas para Portugal em 2006
Foto: Clive Mason / Getty Images

Rússia x Croácia

Sábado (7 de julho), às 15h - Sochi

Ainda como União Soviética, a anfitriã da Copa chegou a esta fase quatro vezes consecutivas, entre 1958 e 1970. Em sua melhor participação, foi às semis após eliminar a Hungria por 2 a 1, perdendo depois pelo mesmo placar para Alemanha Ocidental e Portugal (na disputa do 3º lugar), terminando o torneio como a 4ª melhor seleção. Nos outros anos, foi eliminada nas quartas por Suécia, Chile e Uruguai.

A Croácia, por enquanto, pode se orgulhar dos seu 100% de aproveitamento nas quartas da Copa. Como parte da extinta Iugoslávia, o retrospecto é parecido com o da então União Soviética. Foram três eliminações e uma classificação nesta etapa. Alemanha Ocidental, duas vezes, e Argentina despacharam os iugoslavos em 1954, 1958 e 1990. A seleção se vingou da algoz Alemanha Ocidental nas quartas de 1962, quando venceu por 1 a 0 e acabou com a 4ª posição do Mundial.

Croatas fizeram a melhor Copa em 1998, quando eliminaram a Alemanha nas quartas de final
Croatas fizeram a melhor Copa em 1998, quando eliminaram a Alemanha nas quartas de final
Foto: Clive Brunskill Allsport / Getty Images

Veja também:

 

Fonte: Equipe portal
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade