PUBLICIDADE
Logo do Fortaleza

Fortaleza

Favoritar Time

LDU vence Fortaleza nos pênaltis e se sagra bicampeã da Copa Sul-Americana

28 out 2023 - 20h04
(atualizado às 21h31)
Compartilhar
Exibir comentários

Não foi dessa vez que o Fortaleza conquistou seu primeiro título internacional da história. Neste sábado, o Leão do Pici enfrentou a LDU, do Equador, no estádio Domingo Burgueño, em Maldonado, no Uruguai, e após empate em 1 a 1 no tempo regulamentar, acabou levando a pior nos pênaltis por 4 a 3.

Lucero, logo aos dois minutos do segundo tempo, foi quem abriu o placar para o Fortaleza. Já Alzugaray deixou tudo igual pouco depois, aos dez minutos da etapa complementar. Nas penalidades, Domínguez defendeu os chutes de Silvio Romero, Pedro Augusto e Brítez. Guerrero e Alvarado desperdiçaram as cobranças da LDU, mas, ainda assim, os equatorianos conseguiram o título.

Essa é a segunda conquista de Copa Sul-Americana da LDU. Em 2009, os equatorianos venceram o Fluminense na decisão. Com a conquista desde ano, a Liga de Quito, além de garantir vaga na próxima Libertadores, embolsou em premiação nada mais, nada menos que R$ 42,3 milhões da Conmebol. O Fortaleza, por sua vez, recebeu R$ 26,8 milhões.

Defesas prevalecem sobre os ataques no 1ºT

O primeiro tempo foi marcado por muita disputa no meio-campo. Fortaleza e LDU protagonizaram uma partida bastante truncada nos 45 minutos iniciais, mas foi o Leão quem conseguiu chegar ao gol adversário com mais perigo.

A primeira boa oportunidade da partida surgiu aos nove minutos, quando Pochettino mandou a bola na área, ela desviou em Zé Welison e passou rente à trave esquerda do goleiro Domínguez, levando perigo.

Mais tarde, aos 18, foi a vez de Marinho receber com liberdade pela direita, invadir a área, cortar dois marcadores, mas, ao armar o chute, foi travado. A bola, no entanto, sobrou para Guilherme, que bateu de primeira, mas também acabou vendo os defensores da LDU interceptarem a finalização.

A única oportunidade dos equatorianos aconteceu aos 21 minutos. Após cobrança de falta, a bola sobrou para Quintero chegar cabeceando firme, mandando sobre o travessão e assustando o goleiro João Ricardo.

Fortaleza abre o placar 

O segundo tempo começou movimentado. Logo no primeiro minuto o goleiro João Ricardo salvou o Fortaleza ao ficar frente a frente com Jhojan Julio e fazer a defesa na finalização do atacante para evitar o gol dos equatorianos.

Mas, como diz o ditado, quem não faz, toma. E foi exatamente isso o que aconteceu no minuto seguinte. Pochettino recebeu pela direita, chegou na linha de fundo, ergueu a cabeça e cruzou rasteiro no primeiro pau para Lucero chegar batendo de primeira e abrindo o placar para o Fortaleza.

LDU reage e empata 

Só que a alegria do Fortaleza durou pouco. Oito minutos depois de abrir o placar, o Leão do PIci acabou sofrendo o empate graças a um lindo gol de Alzugaray. O meio-campista recebeu pela esquerda, levou para o meio e bateu colocado, no cantinho, sem chances para João Ricardo, que ainda se esticou todo, mas não alcançou a bola.

Com o empate, as duas equipes passaram a apostar em algumas substituições para tentar surpreender o adversário. A LDU promoveu a entrada de Alvarado na vaga de González. Já o Fortaleza acionou Yago Pikachu no lugar de Guilherme, que já tinha cartão amarelo e corria o risco de ser expulso.

Equipes buscam a vitória

Aos 22 minutos, o Fortaleza esteve muito perto de retomar a frente no placar. Marinho foi derrubado pela esquerda e ele próprio cobrou a falta rasteiro, encontrando Bruno Pacheco, que completou de primeira no primeiro pau, obrigando Domínguez a fazer grande defesa para salvar a LDU.

Os equatorianos responderam pouco antes do apito final, aos 45 minutos, quando Martínez soltou a bomba de muito longe, mas o goleiro João Ricardo estava bem posicionado para espalmar a bola e evitar o gol do título da LDU.

Prorrogação

A primeira boa chance foi do Fortaleza, aos sete minutos. Após cobrança de escanteio, Tinga subiu mais que a marcação e cabeceou firme, mandando sobre o travessão do goleiro Domínguez.

Depois disso a LDU conseguiu pressionar o Fortaleza, mas sem converter a superioridade em gols, terminando o primeiro tempo com o empate sem gols.

Já na etapa complementar da prorrogação o Fortaleza apostou no lado direito com Yago Pikachu para tentar surpreender os equatorianos, e quase que o gol sai logo no primeiro minuto, quando o camisa 22 bateu cruzado, na intenção de alguém completar para o fundo das redes, mas ninguém alcançou a bola.

Como se já não houvesse drama suficiente, nos minutos finais da prorrogação Titi sentiu a região posterior da coxa esquerda e saiu de maca, deixando o Fortaleza com um homem a menos em campo. Instantes depois, ele voltou para o campo, jogando no sacrifício até o apito final.

Pênaltis - Fortaleza 3 x 4 LDU

LDU

Guerrero: João Ricardo defendeu

Alzugaray: gol

Martínez: gol

Jhojan Julio: gol

Alvarado: João Ricardo defendeu

Piovi: gol

Fortaleza

Thiago Galhardo: gol

Pikachu: gol

Silvio Romero: Domínguez defendeu

Tinga: gol

Pedro Augusto: Domínguez defendeu

Brítez: Domínguez defendeu.

FICHA TÉCNICA

FORTALEZA 1 (4) X (3) 1 LDU (EQUADOR)

Local: estádio estádio Domingo Burgueño Miguel, em Maldonado (Uruguai)

Data: 28 de outubro de 2023, sábado

Horário: 17h (de Brasília)

Árbitro: Jesus Valenzuela (VEN)

Assistente: Jorge Martinez (VEN) e Tulio Enrique Cedeño (VEN)

VAR: Jorge Baliño (ARG)

Gols: Lucero, aos 2 do 2ºT (Fortaleza); Alzugaray, aos 10 do 2ºT (LDU)

Cartões amarelos: Caio Alexandre, Guilherme, Marinho, Brítez (Fortaleza); Paolo Guerrero, Piovi (LDU)

FORTALEZA: João Ricardo; Tinga, Brítez, Titi e Bruno Pacheco; Caio Alexandre (Sasha), Zé Welison (Pedro Augusto) e Pochettino (Thiago Galhardo); Marinho (Machuca), Lucero (Silvio Romero) e Guilherme (Pikachu).

Técnico: Juan Pablo Vojvoda.

LDU: Domínguez; Wuintero, Adé, Rodríguez e Quiñonez (Ramírez); Piovi, Martínez e Ibarra (Alzugaray); Julio, González (Alvarado) e Paolo Guerrero.

Técnico: Luis Zubeldía.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Compartilhar
Publicidade
Publicidade