9 eventos ao vivo

Nino critica protocolos de saúde no retorno do futebol

Jogador do Fluminense lamenta a situação e reclama da exposição à covid-19: "Não existe protocolo seguro"

1 out 2020
10h05
atualizado às 10h29
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O Fluminense se abalou com o surto de covid-19 que começou no final de semana. Ao todo, dez jogadores já testaram positivo desde o sábado.

Nino destaca a experiência do grupo do Tricolor (Foto: Lucas Merçon/Fluminense)
Nino destaca a experiência do grupo do Tricolor (Foto: Lucas Merçon/Fluminense)
Foto: Gazeta Esportiva

Após nove atletas testarem positivo antes do duelo contra o Coritiba, o meia Ganso foi mais infectado. O zagueiro Nino falou a situação no Fluminense.

"Lamentamos a situação do covid-19. O Ganso e os outros jogadores… Sabíamos da condição que enfrentávamos todos os dias. Não existe um protocolo seguro quando se luta contra um vírus. Lamentamos por essa situação, por vir sempre com essa tensão, o medo de colocar os funcionários e familiares em risco. Abrange não só nós jogadores, mas a família. Tem jogadores com mulher grávida, que tem contato com pais, avós, pessoas que têm risco. Ficamos felizes pelo gol do Ganso, ele trabalha muito e merece", disse.

Nino criticou os protocolos apresentados para o retorno do futebol. "Nunca estivemos seguros. Lutamos contra algo que não conseguimos ver. O que deixa mais em estágio de alerta e dá a impressão de estarmos mais expostos em relação ao Estadual é porque tem viagens, hotéis. Difícil falar em protocolo quando nem se sabe se a pessoa pode pegar mais de uma vez, se tem os anticorpos. É dúvida. Não temos o que fazer. Estamos expostos e os cuidados estão sendo tomados para que não se aconteça o pior", declarou.

O Fluminense terá vários desfalques para o clássico deste domingo, contra o Botafogo, pelo Campeonato Brasileiro.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade