PUBLICIDADE
Logo do Fluminense

Fluminense

Favoritar Time

Emocionado, Felipe Melo dedica título da Recopa a torcedores do Fluminense: 'Pela memória de muitos'

Felipe Melo ergue a taça da Recopa ao lado de Germán Cano

1 mar 2024 - 01h16
(atualizado às 01h21)
Compartilhar
Exibir comentários
Felipe Melo ergue o troféu ao lado de German Cano.
Felipe Melo ergue o troféu ao lado de German Cano.
Foto: Mauro Pimentel /AFP via Getty Images / Esporte News Mundo

Grande capitão e um dos principais jogadores do Fluminense, Felipe Melo teve grande atuação na vitória de 2×0 contra a LDU que valeu o título da Recopa Sul-Americana 2024. O troféu é novidade tanto para o clube quanto para o atleta. Mesmo com 40 anos de idade e diversos títulos conquistados, a partida no Maracanã fez o jogador se emocionar ao conversar com os jornalistas.

Em entrevista pós jogo, o zagueiro tricolor falou sobre a conquista especial desta quinta-feira. Melo comentou sobre a mentalidade vencedora do elenco e dos desafios de se enfrentar um adversário recuado.

- Hoje o clube tem a mentalidade vencedora. Vim para cá fazer quem não entendia e quem não acreditava que o Fluminense é um clube gigante, e que em um clube centenário não podia faltar grandes conquistas como a Libertadores e a Recopa. - Disse.

Agradecendo o apoio da torcida nas arquibancadas, Felipe elogiou a festa dos tricolores no estádio.

- O torcedor lotou o Maracanã e é o nosso combustível, o nosso termômetro. Quando o time está bem, nós trazemos o torcedor para o jogo. Ele apoia, acredita e mais uma vez foi na mística da camisa do Fluminense.

A vitória na Recopa também serviu como homenagem póstuma a pessoas que estiveram nas decisões internacionais do tricolor.

- Falei no vestiário que hoje a gente não jogava só pela nossa família ou pelo torcedor. Mas jogamos pela memória de muitos que estavam em 2008 e 2009, e que hoje estavam sendo representados por pai, marido, mulher. É um time de guerreiros - Comentou.

+ Para saber tudo sobre o Fluminense, siga o Esporte News Mundo no TwitterInstagramFacebook e YouTube

A proposta extremamente defensiva da LDU não aguentou os 90 minutos e Diniz teve olhos de treinador experiente para fazer mudanças na equipe no decorrer da segunda etapa. O time conta com jogadores considerados de idade avançada para os parâmetros atuais do futebol, mas as entradas de Renato Augusto, Marcelo e Douglas Costa mudaram a dinâmica da decisão.

- O time do Fluminense tem bastante veterano, que ganha troféu também. Mais um. Muita humildade. As pessoas têm que entender que não importa a idade. Importante é pagar o preço diário. Já vi jovens que corriam menos que jogadores mais velhos. Agora estou vivendo um sonho. Sonho, não. Realidade. Isso aqui é realidade. - Explicou.

Esporte News Mundo
Compartilhar
Publicidade
Publicidade