0

Ministra chilena garante final da Libertadores em Santiago

"O governo nos deu total apoio para realizar a partida", afirmou Cecilia Pérez

30 out 2019
15h16
atualizado às 15h24
  • separator
  • 0
  • comentários

A decisão da Copa Libertadores da América será em Santiago, no Chile. Estas foram as palavras da Ministra dos Esportes do país, Cecilia Pérez, nesta quarta-feira. Por conta dos protestos recentes, foi cogitada a mudança de local do confronto entre Flamengo e River Plate, da Argentina.

"O governo nos deu total apoio para realizar a final da Libertadores em Santiago. O futebol pode ser uma boa chance para unir", disse Perez.

Decisão no Chile pode estar ameaçada por conta de protestos (Foto: Divulgação/Conmebol)
Decisão no Chile pode estar ameaçada por conta de protestos (Foto: Divulgação/Conmebol)
Foto: Gazeta Esportiva

Os rumores sobre a mudança de local da partida ocorreram pelo fato de o Chile ter cancelado dois eventos no país, a Apec (Cooperação Econômica Ásia-Pacífico) e a COP 25 (Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas). Logo após os anúncios, a Ministra convocou uma entrevista coletiva para falar sobre a final da Libertadores.

A Conmebol nunca cogitou oficialmente outro local para a decisão, mas já especulava outras capitais na América da Sul e até fora do continente. Assunção e Montevidéu seriam as favoritas.

Nos bastidores, a direção do Flamengo era contra a mudança de sede, principalmente para Assunção ou Montevidéu, pela proximidade com a Argentina.

Com isso, o Flamengo segue com a programação divulgada nesta terça-feira. Os rubro-negros viajam dia 20 de novembro para Santiago, após retornar ao Rio de Janeiro depois do jogo contra o Grêmio, pelo Campeonato Brasileiro.

Veja também:

 

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade