0

Esportes

Fisco francês celebra chance de ter Neymar como contribuinte

Getty Images
3 ago 2017
09h45
atualizado às 10h32
  • separator
  • comentários

O governo da França está animado com a perspectiva de contratação do atacante Neymar pelo Paris St Germain, disse o ministro das Contas Públicas do país nesta quinta-feira.

O brasileiro deve se juntar ao time francês com um salário de cerca de 550 mil euros por semana, caso confirmada uma transferência recorde de 222 milhões de euros do gigante espanhol Barcelona.

O jornal Le Figaro fez uma estimativa dos pagamentos de impostos e contribuições para a segurança social que Neymar pode render ao Estado: 37,5 milhões de euros por ano.

"O ministro das Contas Públicas está encantado com o imposto de renda extra que Neymar pagará na França caso se una a um time francês", disse o titular da pasta, Gerald Darmanin, à rádio France Inter.

"É melhor este jogador pagar seus impostos aqui do que em outro lugar".

A esperada chegada de Neymar à França e o salário enorme que os donos cataris do PSG lhe pagarão é música para os ouvidos do ministro, cuja entrevista de rádio foi principalmente uma defesas dos impopulares cortes de gastos do governo em reação ao déficit crescente do orçamento do país.

Neymar, de 25 anos, vem enfrentando há algum tempo acusações de sonegação de impostos tanto no Brasil como na Espanha, onde recentemente foi inocentado de uma acusação de fraude, mas ainda está às voltas com um julgamento por corrupção relacionado ao valor de transferência pago pelo Barcelona ao Santos em 2013.

Indagado se as estruturas legais especiais devem reduzir a exposição de Neymar a impostos na França, onde a taxação máxima do imposto de renda é de 45 por cento, Darmanin respondeu: "Não se preocupem, os interesses do país, e seus interesses financeiros em particular, serão bem cuidados".

Darmanin defendeu a decisão governamental de diminuir o gasto local do governo no que estimou em cerca de 300 milhões de euros - quase equivalente à taxa de transferência de 222 milhões de euros de Neymar mais três anos de salário.

Reuters Reuters - Esta publicação inclusive informação e dados são de propriedade intelectual de Reuters. Fica expresamente proibido seu uso ou de seu nome sem a prévia autorização de Reuters. Todos os direitos reservados.

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade