4 eventos ao vivo

Nutricionista do Figueirense chora após invasão: Dor moral

Torceores invadiram o Orlando Scarpelli e agrediram os jogadores do clube catarinense

6 set 2020
13h49
atualizado às 14h57
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Nutricionista do Figureirense, Cíntia Carvalho desabafou nas redes sociais após o Orlado Scarpelli ser invadido por torcedores do clube catarinense no último sábado, 5, para agredir os jogadores em protesto a derrota para o Paraná pela Série B.

"Sim, o Scarpelli foi invadido, nós fomos agredidos, agredidos fisicamente. Tem atletas machucados, como se não fôssemos seres humanos que merecem respeito. Isso tem que acabar. Essa história de torcedor ou de qualquer um achar que pode botar o dedo na cara de quem trabalha no futebol e dizer como as coisas tem que ser. Sem respeito. Tem que acabar", afirmou.

"É um trabalho como de todos e ninguém no futebol bota o dedo na cara de ninguém para dizer se está ruim, bom, certo ou errado. A gente que está lá dentro é que sabe. A gente que sabe o que passa. Em 15 anos de futebol, o que eu passei hoje, eu nunca tinha visto. Eu choro de dor moral, amor pelos atletas. Eu choro pelo carinho que eu tenho por esse esporte, que não representa isso. Não somos nós que fazemos isso", continuou.

Nutricionista do Figueirense faz desabafo após time ser atacado

Cíntia afirmou que tem jogadores machucados após invadão e lembrou a rotina de todos os profissionais que trabalham com futebol.

"Agora estou na minha casa em segurança e espero que meus colegas também. Nós estávamos trabalhando. Quem trabalha no futebol não é vagabundo, trabalha sábado, domingo, feriado, trabalha para ter resultados positivos - nem sempre a gente consegue. Quem está lá trabalhando tem dignidade, família, pais, filhos e merece respeito. Não pode a gente estar trabalhando e, covardemente, o estádio ser invadido, a gente ser agredido física e moralmente porque um bando de desocupados se acha no direito de nos agredir, bater, quebrar nosso patrimônio. De nos desmoralizar como profissionais", completou.

 

 

Fonte: Equipe portal
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade