PUBLICIDADE
Logo do

Seleção Espanhola

Meu time

Estrela espanhola diz que Brasil é "melhor rival" para final

Pedri elogia a qualidade técnica da Seleção Brasileira e prevê "partida muito difícil" na decisão do futebol masculino nos Jogos Olímpicos

6 ago 2021 02h16
| atualizado às 02h38
ver comentários
Publicidade

A oportunidade de enfrentar o Brasil na final do futebol masculino dos Jogos Olímpicos é um momento de satisfação para Pedri, uma das estrelas da Espanha. Para o jogador do Barcelona, de apenas 18 anos, o confronto marcado para este sábado, às 8h30 (horário de Brasília), em Yokohama, vai trazer uma grande emoção para os jogadores e para os amantes da modalidade.

Pedri durante jogo contra o Japão pela semifinal dos Jogos Olímpicos de Tóquio
Pedri durante jogo contra o Japão pela semifinal dos Jogos Olímpicos de Tóquio
Foto: Naoki Morita/Aflo Sport/Reuters

"É o melhor adversário que nós poderíamos encontrar em uma final porque são jogadores com muita qualidade e, para nós e para quem for assistir, será o melhor. Os dois times são fantásticos e será uma partida muito difícil", disse o atleta, em entrevista ao site oficial da Olimpíada de Tóquio.

Pedri também destacou a liderança exercida por Daniel Alves no Brasil. O lateral-direito é um jogador muito conhecido na Espanha pelos anos que marcou história com a camisa do Barcelona, depois de também ter atuado pelo Sevilla no início de sua passagem pelo futebol do país.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Pedri González (@pedrigonzalez)

"Apesar da idade (38 anos), o Daniel ainda é um jogador espetacular e joga em um grande nível. O que ele fez em sua carreira é algo fantástico, sendo o jogador com mais títulos", destacou Pedri, que pretende conversar com o são-paulino, independentemente do resultado final do confronto entre brasileiros e espanhóis.

Na visão de Pedri, mesmo com o grande desgaste da temporada europeia com o Barcelona e com a seleção espanhola, a oportunidade de participar dos Jogos Olímpicos marcará a sua carreira.  "Estou tentando curtir cada dia, tudo o que está acontecendo é fantástico", comentou.

A Espanha tenta conquistar a sua primeira medalha de ouro olímpica no futebol desde 1992, quando os Jogos Olímpicos foram realizados em Barcelona.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade