PUBLICIDADE
Logo do Cruzeiro

Cruzeiro

Favoritar Time

Seabra admite falha de Rafael Cabral em gol sofrido pelo Cruzeiro

Cruzeiro abre três de vantagem no primeiro tempo, mas cede empate para o Alianza nos minutos finais

12 abr 2024 - 09h21
(atualizado às 09h21)
Compartilhar
Exibir comentários
Seabra em estreia pelo Cruzeiro
Seabra em estreia pelo Cruzeiro
Foto: Staff Images/Cruzeiro / Esporte News Mundo

Em entrevista coletiva após o empate contra o Alianza, da Colômbia, no Mineirão, por 3 a 3, pela segunda rodada da fase de grupos da Sul-Americana, o técnico Fernando Seabra, do Cruzeiro, falou do momento do goleiro Rafael Cabral no time celeste.

Fernando Seabra, assim como o time celeste e a torcida, esperavam uma vitória tranquila do Cruzeiro no Gigante da Pampulha, visto que, antes dos 20 do primeiro tempo, já estava 3 a 0 para a Raposa. Contudo, a estreia do "novo" treinador não teve um final feliz.

O segundo tempo celeste foi vergonhoso, não produziu quase nada e sofreu muito defensivamente. Para escancarar o momento que o time vive na temporada, que, sem dúvidas, é o pior, o goleiro Rafael Cabral teve uma falha bisonha no segundo gol do adversário. Sobre o lance e sobre o jogador, Seabra dividiu a culpa e disse que existiram outros erros.

- A gente administra isso dentro da comissão técnica. O Cabral é muito maduro, está ciente da falha que cometeu. Tivemos outras falhas no momento do gol. O Cabral já foi decisivo a nosso favor. Precisamos contar com todos, recuperar todos. Essa falha aconteceu, mas vamos trabalhar em cima de outras falhas que poderiam ter sido decisivas. Acredito muito na palavra consistência. Temos que ter sobriedade - disse o treinador.

+ Para saber mais sobre oCruzeiro, siga o Esporte News Mundo no Instagram, Twitter e Facebook

Ainda sobre o Rafael Cabral, o técnico do Cruzeiro saiu em defesa do goleiro celeste e destacou a importância do grupo. Dito isso, Seabra frisou a confiança recíproca entre os jogadores e que, existe sim, uma perspectiva de melhora e de evolução.

- A gente vê um atleta altamente responsável, com boa mentalidade de trabalho. Foi o que eu vi do grupo desde quando cheguei. O grupo consegue dar sustentação para ele, que está mais ferido. Existe uma confiança mútua e recíproca entre os jogadores. A perspectiva do que podemos construir é muito boa, mas temos que aprender com os nossos erros e acertos. E mostrar evolução, para que os adversários não possam explorar essas dificuldades.

Para finalizar, ainda sobre o lance que culminou no segundo gol do Alianza na partida, o goleiro Rafael Cabral assumiu a responsabilidade, pediu perdão para os seus companheiros e para o torcedor, e falou em "trabalho".

- A reponsabilidade foi minha, não posso nunca tomar um segundo gol como tomei, foi uma falha técnica. Assumo a responsabilidade, repito, peço perdão aos meus jogadores e ao torcedor. A palavra não vai mudar nada, o que tenho que fazer é trabalhar - disse Rafael Cabral.

Esporte News Mundo
Compartilhar
Publicidade
Publicidade