9 eventos ao vivo

Itair Machado explica demissão de Ceni: "Não podíamos esperar mais"

27 set 2019
18h15
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

Com o intuito de anunciar Abel Braga como novo comandante do Cruzeiro e se pronunciar a respeito do momento conturbado que o clube atravessa, Itair Machado, vice-presidente da Raposa, convocou uma entrevista na tarde desta sexta-feira. O representante da diretoria inaugurou a coletiva na Toca explicando o motivo pelo qual Rogério Ceni foi demitido com apenas 46 dias à frente do time.

Itair Machado explicou o motivo da demissão de Rogério Ceni (Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro)
Itair Machado explicou o motivo da demissão de Rogério Ceni (Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro)
Foto: Gazeta Esportiva

"É difícil falar que não deu errado. É só olhar para os resultados. Nos seus oito jogos como treinador, muitos não foram bons. Vimos que o Cruzeiro tinha muita dificuldade de manter o padrão de jogo no segundo tempo. Nós decidimos mudar, porque não podíamos mais esperar. Quatro derrotas seguidas atrapalham o ambiente", comentou.

Depois de contar como foi o processo para decidir que Ceni era o nome para assumir o Cruzeiro, o mandatário lamentou que a contratação não correspondeu às expectativas.

"Como estava cumprindo punição prevista pelo STJD, não participei efetivamente da contratação do Rogério. Até onde eu sei, foram os jogadores que quiseram ele no comando e o Marcelo Djian concordou. É o perfil do treinador que o Cruzeiro procurava naquele momento. Jovem no mercado, com treinos diferentes, que é o que atraiu todo mundo. Infelizmente não deu certo. A vida é assim. A gente não quer entrar em mais detalhes. Essa é uma questão interna", completou.

Apesar de ter deixado claro que Abel Braga não era a primeira opção da Raposa, Itair acredita na experiência do técnico será determinante para tirar o time da últimas colocações do Brasileirão. Atualmente, o Cruzeiro está na 17ª posição, com 19 pontos.

"O Cruzeiro não foi recusado por nenhum treinador, até porque a gente tem esse cuidado de abrir conversa só se tiver interesse. No caso do Felipão, ele nos comunicou que vai sair do Brasil e, por conta disso, não estaria disponível. A gente sempre acreditou que o Abel seria nosso técnico. Ele é muito experiente e tenho certeza que vamos sair dessa situação", finalizou.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade