0

CBF presta apoio a Tinga e é cobrada: duvido que fará algo

13 fev 2014
12h43
atualizado às 12h45
  • separator
  • 0
  • comentários

Em um comunicado no Twitter, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) prestou uma mensagem de apoio ao volante Tinga, vítima de racismo na derrota do Cruzeiro por 2 a 1 para o Real Garcilaso no Peru, pela Copa Libertadores. Mas foi cobrada por internautas a agir mais no combate ao problema.

Tinga sofreu com gritos racistas de torcedores peruanos
Tinga sofreu com gritos racistas de torcedores peruanos
Foto: AP

A CBF postou uma imagem para manifestar o seu pesar pelo acontecimento, mas nem isso escapou das ironias dos internautas.

Foto: Twitter / Reprodução

Mais cedo, a presidente da República, Dilma Rousseff, também se manifestou pelo Twitter.

Segundo o regulamento da Libertadores, a punição ao Garcilado pode ir de R$ 7 mil a exclusão do torneio. Porém o histórico de penas brandas da entidade tem provocado poucas esperanças de uma pena exemplar.

 

Fonte: Terra
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade