PUBLICIDADE
Logo do Criciúma

Criciúma

Favoritar Time

Em jogo de dez gols, Criciúma garante a classificação para o mata-mata da Copinha

Tigre inicia bem, leva a virada, porém, novamente após as substituições, melhora e soma mais três pontos na competição

6 jan 2024 - 18h21
(atualizado às 18h27)
Compartilhar
Exibir comentários
Capella comemorando com equipe após marcar seu segundo gol na partida
Capella comemorando com equipe após marcar seu segundo gol na partida
Foto: Reprodução/Transmissão / Esporte News Mundo

O Criciúma, após vencer seus dois primeiros jogos, está classificado para o mata-mata da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Apesar do segundo tempo extremamente movimentado, com seis gols no total, e duas viradas, o primeiro tempo foi tranquilo para o Tigre, que levou a vantagem de um gol para o vestiário. O técnico carvoeiro Gabriel Carvalho, como era esperado, entrou com modificações no time titular, entrando com Lyra e Luiz no lugar de João e Kaik, porém, abriu mão do atacante Gabriel Capella, que na primeira partida saiu do banco de reservas e participou de três, dos quatro gols do Tigre, dando duas assistências na partida contra o Atlético-CE.

PRIMEIRO TEMPO

Na primeira etapa do confronto entre Ituano e Criciúma, a equipe carvoeira levou a melhor. Diferente da primeira etapa, não propôs tanto o jogo, e explorou mais os contra-ataques, estilo de jogo que obteve sucesso, resultando nos dois primeiros gols do tricolor. O goleiro Kauã fez um bom e seguro primeiro tempo, sendo pouco exigido e fazendo boas defesas, porém, no fim do primeiro tempo, o goleiro errou um passe na saída de bola e acabou entregando nos pés do atacante rubro negro, que encontrou Clemente, que diminuiu para a equipe paulista. O destaque da primeira etapa foi o atacante do Tigre, Adriano, que foi muito participativo e anotou um belo gol aos 26′ da primeira etapa.

Para saber mais sobre o Criciúma, siga o Esporte News Mundo no Twitter, Facebook e Instagram.

SEGUNDO TEMPO

Voltando do vestiário, o técnico Gabriel tirou o centroavante Lyra e botou o camisa 19 Régis. Mas, diferente dos primeiros 45 minutos, o Criciúma demorou para entrar no jogo e ampliar sua vantagem, e aproveitando da situação, o Ituano cresce no jogo e deixa tudo igual aos 9′, com Matheus Rocha, de cabeça, após belo cruzamento de Kaique Clemente. Embalado, logo em seguida, o Galo de Itu vira a partida no minuto seguinte, novamente com o camisa dez Clemente, deixando a situação da equipe catarinense, que chegou a abrir uma vantagem de 2×0, desconfortável e fragilizada na segunda etapa.

Após alguns minutos, o técnico do Ituano, Chico Elias, substituiu, o até então destaque do segundo tempo, Clemente, dificultando as chances de gol que eram recorrentes para o rubro-negro na volta após o intervalo. O treinador carvoeiro também modificou sua equipe após a virada, colocando em campo Gabriel Capella, que novamente, mostrou que além de ser um jogador qualificado, tem estrela, e mudou a postura do Tigre em campo. Capella, bem posicionado, empata o jogo aos 32′, dando uma nova esperança para a equipe, que cresce e se impõe novamente em campo. Logo após o empate, o tricolor catarinense vira novamente o jogo, com Pett, aos 33′ e amplia sua vantagem com o zagueiro Erick, fazendo seu segundo gol na partida, aos 42′.

Quando o jogo dava indícios de que estava resolvido, o Ituano diminui novamente a vantagem, em mais uma falha do goleiro Kauã, com falta cobrada aos 43′, botando fogo na reta final da partida e deixando o placar em 5×4, com nove gols somados até então. Porém, aos 45′, novamente o iluminado Gabriel Capella marca, resolvendo a partida para o Tigre, e classificando a equipe catarinense para o mata-mata da Copinha.

AGENDA

Tigre Carvoeiro, já classificado, ainda terá seu último compromisso na fase de grupos, e brigará pela liderança isolada do grupo 14. A partida será contra o Itapirense, às 15h15, na terça-feira (9), no Estádio Coronel Francisco Vieira, em Itapira.

Esporte News Mundo
Compartilhar
Publicidade
Publicidade