1 evento ao vivo

Pedrinho volta a treinar e pode reforçar o Corinthians contra o Atlético-MG

Meio-campista se recupera de um problema o ombro esquerdo e ainda é dúvida para duelo no domingo

29 nov 2019
20h47
atualizado às 20h47
  • separator
  • 0
  • comentários

O meia Pedrinho participou da primeira parte do treino em campo do Corinthians nesta sexta-feira e pode reforçar o time no duelo com o Atlético-MG no domingo pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro. O jogador sofreu uma pancada no ombro esquerdo na vitória sobre o Avaí e deixou a arena em Itaquera com uma proteção.

O técnico interino Dyego Coelho ainda não deu pistas da escalação. Quem não deve ir para o jogo é o lateral-esquerdo Danilo Avelar, que se recupera de problema no ombro direito. A principal dúvida está na formação do ataque. Gustagol e Boselli brigam pela vaga de titular.

o atacante Janderson deve ganhar nova chance pelo lado direito. Nesta sexta-feira, ele concedeu entrevista coletiva antes do treino. "Nesses últimos jogos que faltam, nós estamos trabalhando e queremos a vitória para conseguir nosso objetivo que é estar na Libertadores, trabalhando a cada dia que passa, entendendo cada vez mais o que o Coelho passa para nós, chegar no jogo e ir bem", disse.

O jovem de 20 anos também disse que pode atuar pelos dois lados do campo. "Na base eu jogava pela direita, na Copinha quem assistiu pode ver que atuei sempre pela direita. Quando subi, o Carille me colocou na direita também. Depois começaram a me utilizar na esquerda. Muitas pessoas me perguntam sobre isso, se vocês assistirem os jogos poderão ver que no decorrer dele eu estou de um lado e depois de outro, então não tem uma ponta fixa, onde o treinador ver que eu vou render mais, vou fazer o meu papel", concluiu.

A vitória sobre o Avaí na quarta-feira levou o Corinthians para a sétima colocação na tabela do Brasileiro com 53 pontos, quatro a mais do que o Goiás, o nono e primeiro time fora da zona de classificação para a Libertadores. Contra o Atlético-MG, o time paulista também tem a oportunidade de diminuir a distância em relação ao São Paulo, que tem 57 pontos, e está em sexto, com vaga provisória à fase de grupos do torneio continental.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade