PUBLICIDADE
Logo do Corinthians

Corinthians

Favoritar Time

Luxemburgo elogia Fortaleza, mas aponta disputa por vaga 'aberta': 'Corinthians é muito forte'

Treinador avalia como positivo o empate em casa e aposta na tradição e camisa do time paulista para avançar para a decisão da Sul-Americana

27 set 2023 - 00h59
(atualizado às 09h16)
Compartilhar
Exibir comentários

O empate por 1 a 1 com o Fortaleza nesta terça-feira, na Neo Química Arena, não tirou a confiança do técnico Vanderlei Luxemburgo para o jogo de volta, terça-feira que vem, no Castelão. O treinador corintiano elogiou o adversário, mas considerou a disputa pela vaga na final 'aberta'. "O Fortaleza é uma grande equipe, que está junta há três anos. É um time que vence em qualquer lugar onde joga. Temos de reconhecer a força do adversário, mas o Corinthians tem em sua história vitórias na casa dos adversários. O Corinthians tem uma camisa. O Corinthians é muito forte."

Luxemburgo não se incomodou com as vaias que surgiram das arquibancadas logo após o final da partida. "A torcida sempre vai querer mais. Dentro da nossa realidade, o time foi bem. Teve posse de bola, tomou mais uma vez gol em bola parada, mas foi buscar o empate e teve chance de vitória."

Autor do gol do empate nesta terça-feira, Yuri Alberto vê a busca pela vaga na decisão da Copa Sul-Americana como mais difícil do que o treinador. No duelo da próxima terça-feira, no Castelão, a vaga na decisão da competição continental será da equipe que vencer nos 90 minutos ou nas penalidades.

"Claro que definir uma semifinal fora de casa é difícil, mas graças a Deus consegui um gol para a minha equipe, conseguimos o empate. Seria muito difícil ir para lá com resultado negativo. É descansar bem essa semana, sabemos que lá será difícil", disse o atacante, ainda no gramado para o canal ESPN.

O treinador não deixou claro se vai poupar jogadores no clássico de sábado contra o São Paulo, no Morumbi, pelo Campeonato Brasileiro, sábado, às 18h30. "Vamos recuperar os jogadores e ver as condições de cada um para as duas partidas. Temos um clássico e um jogo que pode nos levar para uma final de uma competição internacional."

Estadão
Compartilhar
Publicidade
Publicidade