PUBLICIDADE
Logo do

Corinthians

Favoritar Time

Corinthians pagará 80% dos salários de Luan, emprestado ao Santos; confira o modelo de negócio

Caso o Peixe opte pela sequência do jogador em 2023, passará a pagar 30% dos vencimentos do atleta que tem contrato com o Timão até o final da próxima temporada

5 ago 2022 - 19h18
(atualizado às 19h18)
Ver comentários
Publicidade

Diferentemente do que se dizia nos bastidores de Corinthians e Santos nos últimos dias, o empréstimo do meia-atacante Luan ao Peixe não será de graça.

Luan atuará no Santos até dezembro (Foto: Rodrigo Coca / Agência Corinthians)
Luan atuará no Santos até dezembro (Foto: Rodrigo Coca / Agência Corinthians)
Foto: Lance!

Os santistas pagarão 20% dos salários do atleta, o que representa algo em torno de R$ 200 mil por mês.

No anúncio feito pelas equipes nesta sexta-feira (5), foi informado que a cessão do jogador ao Santos é até o fim da temporada, podendo se estender para o próximo ano. Caso a parte santista opte pela sequência do jogador em 2023, passará a pagar 30% dos vencimentos do atleta.

As informações sobre os percentuais foram publicadas inicialmente pelo 'ge' e confirmadas pelo LANCE!.

Por outro lado, se o Timão receber uma proposta por Luan enquanto ele estiver atuando no Santos, o Peixe ficará com 10% do valor do negócio devido a uma cláusula de vitrine estabelecida entre as diretorias.

Oficialmente, o presidente do Santos, Andres Rueda, expôs que considerou o negócio uma grande oportunidade.

Luan não era nome em pauta na Vila Belmiro até ser oferecido pela própria diretoria corintiana, que estava em busca de um destino em que o ex-camisa 7 pudesse jogar e se expor para uma possível venda.

A direção do Corinthians sabe que não irá reaver os R$ 28,9 milhões investidos em 2020, mas sonha em recuperar pelo menos parte da quantia.

No Santos, há uma grande expectativa da comissão técnica em retomar o bom futebol do atleta, que em 2016 foi campeão olímpico com o Brasil, além de ter sido protagonista na conquista da Libertadores do Grêmio, em 2017, ano em que recebeu o prêmio de 'Rei da América.

Lance!
Publicidade
Publicidade